Início Respostas Consultório Tema: Mudança linguística
Simone Mesquita São Luís, Brasil 1K

Porque em Portugal não se usam os verbos no gerúndio?

Álvaro José de Barros Lima Estudante Ipiaú, Brasil 8K

Prezada equipa do Ciberdúvidas, agradeço-lhe pelas respostas sempre esclarecedoras e por verdadeiramente manter um intercâmbio entre as diferentes variantes da nossa língua portuguesa. Estou a fazer um trabalho na escola sobre alguns fenómenos fonéticos. Gostaria que, se possível, auxiliassem-me nesta tarefa. Minha professora passou um livro, A Língua de Eulália, de Marcos Bagno, que descreve com uma novela sociolinguística o tema proposto para o trabalho, o rotacismo. Procurei num outro livro, Preconceito Linguístico, de Marcos Bagno também, que descreve apenas o dito fenómeno num ponto que visa apenas o preconceito e a discriminação. Gostaria de uma explicação linguística adequada e uma descrição do fenómeno na língua portuguesa. O que ele é? Ele ocorreu no passado, logo no início da língua? Ocorre hoje? É adequado à língua moderna? Como é a relação deste fenómeno com o preconceito e a discriminação?

Desde já, adianto-lhes meus agradecimentos.

Wilson Joel Dias Pereira Desempregado Lamego, Potugal 9K

Seria possível dizerem-me quais os tipos de transformações fonéticas que existem e qual o seu significado?

Obrigado.

Cristina Vieira Professora de {#L|l}íngua {#P|p}ortuguesa Angra do Heroísmo Açores, Portugal 1K

Gostaria de colocar dúvidas que considero pertinentes, pois um dos meus discentes ficou confuso e eu também. Lecciono o 9.º ano pela sexta vez e nunca me tinham ocorrido "problemas" com esta matéria. Em constante aprendizagem...

A dúvida surgiu devido à palavra latina thunum, que depois originou atum nos nossos dias. Poderia explicitar os fenómenos que ocorrem com esta palavra?

E no caso da palavra manu, que passou para mão? Sei que sucedeu uma nasalação por influência do n, mas depois esta desaparece e dá-se uma síncope?

Já agora, como sabemos que fenómeno ocorreu primeiro e sucessivamente? Há algum modo de o saber?

Agradeço desde já a sua colaboração.

Ana Lúcia Rodrigues Estudante Setúbal, Portugal 3K

As mudanças linguísticas são o conjunto de alterações da língua, ao longo da sua evolução histórica.

Ocorre devido a factores internos e externos:

Factores internos são condições de mudança dentro da própria estrutura da língua.

Os factores internos são:

Simplificação — a língua torna-se menos complexa.

Complexificação — a língua torna-se mais complexa.

Derivação — tendência que as línguas da mesma família têm para tomarem o mesmo sentido de mudança.

Gostaria de saber exemplos de simplificação, complexificação e derivação que tenham ocorrido no português da época moderna.

Gessi Cristina Beira Estudante Monte Aprazível, Brasil 6K

Gostaria de entender melhor o processo ou a teoria da simplificação e da relexificação do crioulo.

Edna Ferreira Estudante Salvador, Brasil 2K

Sabendo-se que podem ocorrer mudanças quanto a níveis estruturais da língua (fonético, fonológico, morfológico, sintático e semântico), vocês poderiam me dar exemplos dessas mudanças nesses níveis?

Agradeço a colaboração!

Inês Graça Estudante Barreiro, Portugal 7K

Eu gostaria de saber o que é a mudança linguística em si e qual a diferença entre variação linguística e mudança linguística?

Obrigada.

Elisabete Brito Estudante Aveiro, Portugal 2K

É possível alguém me dar um ou mais exemplos de palavras portuguesas em que o seu género se tenha alterado com a evolução da língua?

Muito obrigada.

Margarida Martins Secretária Lisboa, Portugal 3K
Quais as vantagens e as desvantagens da preservação e/ou inovação na fixação linguística?