Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Abertura Ver mais

1. Seis novas entradas no consultório desta semana*. Por exemplo: como se pronuncia Pavalhã? Quanto a questões sobre formação de palavras, são duas as respostas: pormenor e outra sobre um grupo de palavras a partir de elementos de composição. De Espanha, pede-se um esclarecimento sobre funções sintáticas. E do Brasil chegaram-nos dois temas para elucidação: o uso do pretérito-mais-que-perfeito e da vírgula nas orações subordinadas adverbiais.

* Pelas razões já anteriormente expostas, o Ciberdúvidas passou a assegurar as suas atualizações temáticas apenas uma vez por semana – agora à terça-feira. Entretanto, sempre que a atualidade ou a relevância informativa o justificar, não deixaremos de o assinalar nos Destaques.  

2.  Não se esgota aqui a presente atualização do Ciberdúvidas: 

Na rubrica Pelourinho, damos conta de dois registos críticos: um, infelizmente muito recorrente nos media portugueses – o tropeção na conjugação do verbo intervir – e o segundo à volta de um flagrantíssimo “portunhol”.

Em O Nosso Idioma deixamos disponível o texto Cinco boas resoluções linguísticas de Ano Novo, da autoria de Sandra Duarte Tavares, transcrito da edição digital da revista portuguesa Visão.

E, nas Notícias, damos nota das primeiras declarações públicas do novo presidente do Camões — Instituto da Cooperação e da Língua, o embaixador Luís Faro Ramos, em entrevista ao semanário português Expresso, de 13 de janeiro p.p. 

 

3. Os 21 anos do Ciberdúvidas, entre muitos cumprimentos recebidos, de que aqui deixamos público reconhecimento, não escaparam também ao Google – que, muito simpaticamente, lhe dedicou a ilustração ao lado**. O nosso obrigado pela gentileza.

** Já agora, amigos do Google, para a próxima não esqueçam da vírgula, sempre obrigatória no vocativo!...