Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Abertura Ver mais

1. Do Brasil, vêm duas interessantes questões de seis novas respostas do consultório do Ciberdúvidas da presente atualização1: a do uso do adjetivo noético no outro lado do Atlântico e o caso de um provável pleonasmo vicioso. Outros esclarecimentos: indecisões acerca de uma função sintática, de um caso de coesão e da classificação das palavras primeiro e último. Terminamos com uma nova elucidação sobre a origem do topónimo Castanheira de Pera

1 Conforme o já exposto anteriormente: o Ciberdúvidas passou a assegurar as suas atualizações temáticas apenas uma vez por semana – agora à terça-feira. Entretanto, sempre que a atualidade ou a relevância informativa o justificar, não deixaremos de o assinalar nos Destaques que vão sendo renovados neste período.  

2. Prémio Camões 2018 foi atribuído ao escritor cabo-verdiano, Germano Almeida – romancista com obras já traduzidas em Itália, França, Alemanha, Suécia, Noruega e Dinamarca. O seu estilo caracteriza-se pelo uso do humor e da sátira, para retratar a sociedade do seu país, e de que se destacam as obras O Meu Poeta, de 1989, O testamento do Sr. Napumoceno da Silva Araújo, de 1991, Os Dois Irmãos, de 1995, estes últimos adaptados ao cinema. Fiel Defunto foi a sua última obra, publicada neste ano de 2018. Da sua autoria – e especialmente escrito para o Ciberdúvidas, em 30 de maio de 1997 –, lembramos um apontamento na rubrica Antologia referindo-se nestes termos à (nossa) língua portuguesa: «Adoro-a sobretudo com esse delicioso sabor a crioulo, quando as palavras adquirem significações muitas vezes tortuosas mas tão verdadeiras que é impossível não reconhecer uma ainda que inconsciente sabedoria na sua adulteração (…) Gosto desta língua que me permitiu ler no original as deliciosas prosas de Eça de Queirós ou Jorge Amado, entender e apreciar o «vem cá!» e nunca me impediu de sentir e afirmar a minha identidade de homem cabo-verdiano».

3. Uma ação de formação com creditação para professores do Ensino Básico e Secundário vai ter lugar na FCSH (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas), de 27 a 31 de agosto. O tema versa a «Análise e redação de textos de opinião» e a formação será ministrada pela Professora Ana Sousa Martins, coordenadora da Ciberescola da Língua Portuguesa, e Helena Valentim, Professora responsável pelo curso.

4. A exposição Língua Portuguesa: pontos que nos unem foi recentemente inaugurada nas estações de metro, em Salvador, no Brasil. A mostra estará patente ao público até dia 31 deste mês. Curiosidades sobre a gramática e citações de escritores como Mia CoutoFernando Pessoa são alguns dos itens da exposição.

5. Junho vai ser "o mês de Portugal", em Macau, pelo terceiro ano consecutivo, com o dia 10, Dia de Portugal, celebrado em língua portuguesa. O programa é vasto e inclui concertos – um deles com o músico Pedro Abrunhosa –, exposições e cinema, com mostras de filmes do relizador António-Pedro Vasconcelos, num total de 25 eventos. "Junho, mês de Portugal" é uma organização conjunta de diversos organismos, entre os quais, o Consulado Geral português em Macau e Hong Kong, a Casa de Portugal em Macau e a Fundação Oriente.