Imagem da abertura

1. «Está longe de acabar» – foi a frase do diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, para se referir à disseminação fulminante da variante ómicron, aumentando a probabilidade de novas mutações do coronavírus. A esta preocupação junta-se a acusação de «apartheid vacinal», expressão que Boaventura de Sousa Santos inclui num apelo a maior ação da Organização das Nações Unidas contra os interesses das farmacêuticas produtoras de vacinas – «que se recusam a abrir mão dos direitos de patente» –, de modo a garantir a segurança sanitária global (Público, 13/01/2022). Problemática é igualmente a proximidade com animais suscetíveis de se tornarem hospedeiros de agentes infecciosos – os «animais reservatórios». As expressões sublinhadas fazem parte da atualização da rubrica A covid-19 na língua, totalizando quatro novas entradas com o nome UpHill, denominação de uma ferramenta interativa de conteúdo médico, visando o esclarecimento de dúvidas para combate da covid-19.

2. Que significados terá «de caminho» em enunciados como «agora não, mas de caminho faço isso»? No Consultório revelam-se as aceções associadas a esta locução, além de se esclarecerem ou comentarem quatro tópicos: a pronúncia de «batatas a murro» e da sequência ti de tia no português europeu; a possibilidade de incoerência e redundância nas expressões «erro ortográfico» e «bonita caligrafia»; e o uso da palavra continuação como fórmula de encerramento na correspondência pessoal e formal.

3. Há falantes de imaginação fértil que analisam arbitrariamente as palavras: por exemplo, perante coragem, fantasiando que vem de cor(ação) e de agir, concluem que significa originariamente «aja com o coração». Em O Nosso Idioma, transcreve-se com a devida vénia o apontamento que o escritor Eduardo Affonso dedicou, no mural de Língua e Tradição (Facebook, 09/01/2022), ao cuidado a ter com as falsas etimologias que pululam na Internet, em especial, com as de influenciadores digitais mal informados.

4. No tocante a atualidades relativas ao português, relevo para a notícia da abertura, em outubro de 2022, de um curso de licenciatura em Língua e Literatura Portuguesas na Universidade de Liubliana, na Eslovénia, «único Estado-membro da União Europeia onde não existia ainda um grau universitário em Língua e Cultura Portuguesa» (CNN, 18/01/2022). É de destacar ainda o arranque das comemorações do centenário de Eugénio de Andrade (1923-2005), cuja figura e obra vão ser objeto de dois eventos em 2022, conforme veio a lume na comunicação social (ver Público, em 18/01/2022).

De Eugénio de Andrade, leiam-se os poemas e outros textos reunidos na rubrica Antologia.

5. Temas de três dos programas da rádio pública portuguesa sobre o idioma oficial dos países da CPLP:

♦ Ainda a passagem do 25.º aniversário do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, em Língua de Todos (RDP África, sexta-feira, 21/01/2022, 13h20*);

O lançamento de uma unidade curricular de Português Académico promovida pelo ISCTE e dirigida aos alunos dos PALOP desta instituição, em Páginas de Português (Antena 2, domingo, 23/01/2022, 12h30*).

♦ Também na Antena 2, de 24 a 28 de janeiro de 2022, o programa Palavras Cruzadas (às 09h50 e às18h50, de segunda a sexta) aborda as palavras e expressões usadas na área da Contabilidade.

* Hora oficial de Portugal continental.

Ver mais
Destaques