Abertura Ver mais

1. Mas, afinal, há vírgulas obrigatórias ou não? Que regras, que critérios, enfim, que dicas podem existir para o seu uso correto? Em O nosso idioma, regressa este tema incontornável, com um texto de Carla Marques, consultora permanente do Ciberdúvidas, que apresenta um conjunto de situações de escrita onde as vírgulas afirmam a sua necessidade.

2. Diversificam-se as obras destinadas a apoiar as aulas e os cursos de Português como Língua Não Materna (PLNM). Na Montra de livros, apresentam-se dois volumes elaborados conforme o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR): trata-se de Gramática de Português Língua Não Materna Níveis A1 e A2 Gramática de Português Língua Não Materna Níveis B1, B2 e C1, que têm por autoras três docentes especializadas em PLNM – Teresa S. FerreiraInês Cardoso e Sílvia Melo-Pfeifer. Refira-se ainda que a obra, publicada pela Porto Editora, tem revisão científica do linguista Paulo Feytor Pinto.

3. Em Portugal, foi notícia o caso chocante do bebé abandonado num contentor de lixo, o qual, felizmente, foi encontrado e encaminhado para um processo que envolve um decreto de adotabilidade, termo semanticamente diferente da parónima adaptabilidade, conforme esclarece uma das novas perguntas em linha no Consultório. Outras dúvidas abordadas nesta atualização:  diz-se «alimentar-se com verduras» ou «de verduras»? E é o que significa curcuma – ou cúrcuma? Como se pronuncia o nome da letra y em Portugal? Quando se fala de dois anos seguidos, por exemplo, de 2019 e 2020, usa-se barra ou hífen? E, numa expressão como «ensino quer público quer privado», a conjunção correlativa «quer... quer» é disjuntiva ou copulativa? Finalmente, como explicar a diferença entre «o frango está a ser cozinhado» e «o frango está a cozinhar»?

Na imagem à esquerda, uma silhueta (1935) de Eveline von Maydell (1890-1962), no Museu Nacional do Traje e da Moda, em Lisboa.

4. Entre as notícias relacionadas com a promoção da língua portuguesa e das culturas que por ela se manifestam, salientem-se:

– O discurso proferido pelo presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa em 14/11/2019 na Academia francesa, sobre a riqueza da língua.

– A Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola, que promove e realiza a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação a Ciência e a Cultura (OEI)  nos dias 21 e 22 de novembro de 2019, na Fundação Gulbenkian, em Lisboa. No contexto deste encontro, haverá uma reunião que conta com a presença do atual diretor executivo do Instituto Internacional da Língua Portuguesa, o guineense Incanha Intumbo, e de todos os seus  antecessores: a moçambicana  Marisa Mendonça, o brasileiro Gilvan Müller de Oliveira e os cabo-verdianos Manuel Brito-SemedoOndina Rodrigues FerreiraMário Almeida Fonseca (excetua-se a angolana Amélia Mingas, recentemente falecida).

–  Registo ainda de uma iniciativa bilingue, resultante da parceria da Revista Pessoa com a revista norte-americana Words Without Borders e com a Columbia University School of Arts: de 13 a 16 de novembro, em Lisboa, decorre a segunda edição de  The Pessoa Festival.  Este encontro, realizado pela primeira vez em Nova Iorque em 2018,  tem lugar no Lisboa Pessoa Hotel, morada onde funcionava a tipografia na qual, em 1915, se fazia a impressão da revista Orpheu. O evento tem mesas temáticas com a participação de escritores, editores e críticos literários.

5. A decisão da UNESCO de instituir o Dia Mundial da Língua Portuguesa, comemorado a 5 de maio, constitui o tema de destaque em ambos os programas que a Associação Ciberdúvidas produz para a rádio pública portuguesa (ver também nas Notícias). No programa Língua de Todos, transmitido pela RDP África na sexta-feira, dia 15 de novembro, pelas 13h20*, entrevista António Nóvoa, embaixador de Portugal na UNESCO, sobre o impacto destas comemorações, enquanto no programa Páginas de Português, emitido pela Antena 2, no domingo, 17 de novembro, pelas 12h30*, convida-se Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, para, no contexto do mesmo tema, falar das medidas do governo de Portugal para a internacionalização da língua.

 * Ambos os programas são repetidos: o Língua de Todos, no sábado, dia 16 de novembro, depois do noticiário das 09h00, e o Páginas de Português no sábado seguinte, dia 23 de novembro, às 15h30. Hora oficial de Portugal continental,  ficando ambos os programas disponíveis posteriormente aqui e aqui.

6. O último programa da 10.ª série do magazine Cuidado com a Língua! é dedicado ao tema da veterinária, dando realce à origem de palavras como trela ou veterinário, a algumas expressões que incluem nomes de animais e à flexão do tão maltratado verbo intervir (no  primeiro canal da RTP, na quarta-feira, dia 13 de novembro de 2019, depois da 21h00*).

* Hora oficial de Portugal continental – ficando  este e os demais  programas disponiveis  via RTP Play.