Início Respostas Consultório Tema: Pragmática
João Martins Viseu, Portugal 718

O termo semiose não se encontra no Dicionário da Língua Portuguesa. Será correto substituí-lo por semiótica?

Helen Bampi Brasil 915

Gostaria de saber se a expressão «como assim» seguida de um complemento deve ter vírgula. Por exemplo: «como assim você não quer?», «como assim ele caiu?», «como assim azul? Eu achei que era verde».

Deve haver vírgula após «como assim»?

Obrigada!

Talita Correia Professora São Paulo, Brasil 10K

O que é linguagem formal e linguagem informal?

Rafael Batista Digitador Fortaleza, Brasil 2K

Algumas expressões aparecem entre vírgulas, nos textos. Mas essas expressões não alteram o sentido do texto no qual estão — as expressões — inseridas.

Como, por exemplo: «Algumas informações são arquivadas de uma forma privilegiada, dependendo, é claro, do volume emocional.»

Sobre o termo «é claro», como posso chamá-lo? Refiro-me num contexto geral, com relação, é claro, a todas as expressões que possam estar no mesmo lugar do termo «é claro» em outras orações. Como são chamados esses termos que, quando eliminados, não alteram o sentido da oração, e sempre aparecem entre vírgulas?

Maria Duarte Professora Lisboa, Portugal 6K

Verifiquei que formulei mal a pergunta que coloquei anteriormente. As dúvidas são as seguintes:

1. Qual a diferença entre a conjunção coordenativa explicativa pois e a conjunção coordenativa conclusiva pois?

2. Pois pode também ser uma conjunção subordinativa causal?

3. Porque pode ser considerada uma conjunção coordenativa explicativa? Se sim, em que medida é diferente da conjunção subordinativa causal porque?

4. Encontrei uma explicação, segundo a qual a diferença entre uma coordenativa explicativa e uma subordinativa causal estaria no verbo, sendo que, quando este estiver no imperativo, a conjunção será do 1.º tipo (por exemplo: «Fecha a porta, porque faz frio»). Confirmam-no?

Ana A. Estudante Aveiro, Portugal 4K

É incorrecto eu dizer «Eu quase que jurava que existem outras marcas de roupa», ou teria de dizer «Eu quase que juro que existem outras marcas de roupa»?

Mônica Paiva Auxiliar administrativa São Paulo, Brasil 1K

O que é o campo do enunciado?

Marcénia Paulo Bibliotecária Nampula, Moçambique 6K

«Veja o menino bonito que tu me saíste.»

Estabeleça as diferenças existentes entre significado frásico e significado do enunciado.

João Miguel Cardo Estudante Lisboa, Portugal 5K

Agradecia que me fosse explicado o valor e, ou, a função de pois, habitualmente classificada como conjunção coordenativa explicativa (ou conclusiva) no excerto que a seguir transcrevo. É um «bordão» ou uma «deslocação para efeitos de ênfase»?

«25 de Abril (Sábado). Ontem fui arrancar um dente. [...] Depois foi a tarde inteira a pôr gelo na cara [...]

Mas hoje é dia de festa cívica e é indecente queixar-me. Pois. A revolução já é maior. Faz hoje 18 anos. [...]»

Vergílio Ferreira, Conta-correnteNova série IV, Lisboa, Livraria Bertrand, 1994.

Ana Roque Estudante Beja, Portugal 2K

Qual o acto ilocutório presente na frase «E pedi, mais que tudo, uma coisa que eu costumo pedir aos meus alunos: lealdade»?