Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Classe de palavras: conjunção
Manuela Salvador Cunha Professora aposentada Porto, Portugal 200

Na frase «Se o perceberá a pobre da mãe!» (Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa) que exprime duvida, qual é a classe morfológica do se?

Obrigada pela vossa colaboração.

Sofia Romão Professora Monte Salvado, Portugal 282

Na frase «Fixa-se como docente em Lisboa», qual a classe e subclasse da palavra como?

Fernando Bueno Engenheiro Belo Horizonte, Brasil 330

«Bastava o levantar de asas da notícia de um novo morto, para que ele se apressasse em esmiuçar os detalhes mórbidos, sem distinção de parentesco, de fama ou de posição social.»

Pergunto; na frase acima deve-se usar a conjunção nem, em vez da conjunção ou?

Obrigado.

Carlos Garcia Professor Porto Alegre, Brasil 468

Gostaria de saber se há casos em que é correto iniciar uma frase com a conjunção "ou". Eis um exemplo: Nunca ganho nada. Ou, se algo ganho, perco logo em seguida. Muito obrigado.

Hérmes Liu Professor China, China 482

Seria correto escrever «podes beber Coca-Cola, Pepsi, Sprite, chá ou café»? (só pode escolher um) ou temos que colocar ou entre todas as palavras, ou seja «podes beber Coca-Cola ou Pepsi ou Sprite ou ou chá ou café»?

Muito obrigado.

Marta Figueiredo Administrativa Leiria, Portugal 555

A minha dúvida prende-se com a forma correta de empregar o plural ou singular com as conjunções e e ou. Por exemplo, qual a forma correta de apresentar a seguinte frase?

– A informação deve ser registada nos impressos A ou B.

Ou

– A informação deve ser registada no impresso A ou B.

É que apesar de se referirem dois impressos na frase, não se usa a conjunção e, mas sim, a ou, destacando que se usará um em alternativa ao outro.

Misael Abreu Estudante Simão Dias (Sergipe), Brasil 2K

Segundo Ferrarezi Junior (2008, p. 157)*, «Nenhuma língua utiliza duas palavras ou expressões para dizer a mesmíssima coisa. [...] Por menor que seja a mudança, ela sempre ocorre quando trocamos uma palavra ou expressão por outra.» Partindo desse pressuposto, comecei a pensar sobre a existência ou não de sinonímia perfeita entre as locuções conjuntivas. Nas sentenças a seguir, por exemplo, todas as conjunções passam uma ideia de tempo; porém, parece-me que existe uma gradação de tempestividade (quão rápida a ação irá ocorrer).

O contexto é o seguinte: ao ser questionado sobre a data em que o edital de um concurso seria publicado, o governador afirmou: [1] «Quando tivermos a data correta, divulgaremos nos meios de comunicação.» [2] «Logo que tivermos a data correta, divulgaremos nos meios de comunicação.» [3] «Tão logo tivermos a data correta, divulgaremos nos meios de comunicação.» [4] «Assim que tivermos a data correta, divulgaremos nos meios de comunicação.» Essa hipótese está correta? Existiria uma gradação entre essas conjunções e locuções conjuntivas (não necessariamente nessa ordem)?

* Ferrarezi Junior, C. Semântica para a Educação Básica. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

Fernando Pestana Professor Mondim de Basto, Portugal 1K

Há tempo que não vos envio uma pergunta. Pois bem... vou direto ao ponto: o gramático Celso Cunha chama de prefixo conjuncional o vocábulo QUE que introduz orações optativas, como em «Que venha logo o verão!»

Gostaria de saber a classificação desse vocábulo, segundo outros estudiosos da língua, pois não encontrei nada além...

Muito obrigado! 

Sílvia Martins Professora Caldas da Rainha, Portugal 882

Na frase «Senta-te, que vais sentir-te melhor.», como devo classificar a segunda oração: coordenada explicativa, subordinada adverbial causal ou subordinada adverbial final?

Obrigada.

Ellen Goes Estudante Lages - SC, Brasil 4K

Aprendi na aula que o pois é conclusivo somente quando estiver após o verbo da segunda oração. Fazendo exercícios, entretanto, percebi que bastava o pois após o primeiro verbo para que fosse classificado como conclusivo. Qual é a regra exata?

Exemplos:

1) «Ela estudava muito, pois desejava ser aprovada.»

2) «Ela estudava muito, desejava, pois, ser aprovada.»

Desde já, muito obrigada!