Início Respostas Consultório Campo linguístico: Orações
Maria Manuela Salvador Cunha Professora aposentada Porto, Portugal 409

Na frase «a tempestade parecia que queria destruir o mundo», qual é a função da segunda oração?

Thiago Lima Estudante Araraquara, Brasil 316

Gostaria de saber se a locução «até que» sempre é acompanhada do verbo no subjuntivo e, se sim, porque isso ocorre.

«Eu sairei até que tudo passe.»

«O tempo ficará parado até que findem o intervalo.»

«Fico até que todos façam os deveres.»

Obrigado.

Stefano Loi Estudante Lisboa, Portugal 776

Gostava muito de saber qual é a forma verbal exigida pela conjunção adversativa «não obstante». Por exemplo, «Não obstante TENHA 20 anos, ele ainda não tirou a carta de condução». Ou: «Não obstante ELE TER 20 anos, ele ainda...». Ou ainda: «Não obstante ELE TIVER 20 anos, ele ainda...».

Acho que esta locução não admite a forma ao indicativo do verbo. Estou certo?

Obrigado pela ajuda.

Geraldo Bastos aposentado Bom Jesus da Lapa, Brasil 492

Há muitas dúvidas quanto a aplicação do infinito pessoal e impessoal. Muitas vezes, aplico o impessoal, quando em dúvida.

Na frase «a chama do Espírito Santo impulsiona os jovens a respirar (em) e seguir (em), etc.», creio que o infinito pessoal («respirarem») é o mais aconselhável. Qual a forma mais certa?

João Pereira Estudante São Paulo, Brasil 426

O uso de um infinitivo simples no lugar de um infinitivo composto marca uma simplificação dos tempos verbais, depende do grau de formalidade ou possuem uma intercambialidade plena, sem comprometer o significado ou sentido da frase?

«Depois de correr até a esquina, voltou sem fôlego», ou «depois de ter corrido até a esquina, voltou sem fôlego??

«Depois de ser soldado nunca deixou de ser», ou «depois de ter sido soldado nunca deixou de ser»?

Agradeço antecipadamente.

Diogo Morais Barbosa Revisor Lisboa, Portugal 758

Estou a rever um livro em que os tradutores usam várias vezes a expressão «Seria que» em vez do «Será que», mais habitual. Por exemplo: «Seria que me pode dar um copo de água?». Esta construção faz algum sentido?

Obrigado.

Diogo Morais Barbosa Revisor Lisboa, Portugal 627

Já existem duas respostas acerca do verbo tratar, mas julgo que nem uma nem a outra respondem a esta questão: devemos escrever «tratarei que te deem uma lição» ou «tratarei de que te deem uma lição»?

Obrigado.

Patrícia Moreira Estudante Lisboa, Portugal 613

«A Sofia estuda todas as noites até à meia noite e a Rita estuda até à 1h.»

Na presença de duas orações ligadas pela conjunção coordenativa copulativa e, posso descrever a primeira oração como sendo a oração matriz, ou esse termo só pode ser usado na presença de uma oração subordinada?

Muito obrigada.

Marcelo Castro Silva Consultor financeiro Lisboa, Portugal 1K

«Depois quero ver se vão reclamar do quê...»

Esta frase está gramaticalmente correcta?

Obrigado.

Fernando Bueno Engenheiro Belo Horizonte, Brasil 335

«– Mui distintos cavalheiros, tenho eu já escutado a interessante conversação que tendes entabulado. Forçoso é, no entanto, que agora vos interrompa para oferecer-vos algo que seria de bom alvedrio examinardes.»

Na frase acima, está correto o infinitivo flexionado examinardes?

Obrigado.