Gramática do Português - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Gramática do Português
Eduardo B. Paiva Raposo et al.
Fundação Calouste Gulbenkian, 2013 4K

Há muito aguardada – trata-se do resultado de um projeto iniciado em 2000 –, a publicação desta gramática impõe-se certamente em Portugal como o acontecimento mais marcante de 2013 em matéria de estudos gramaticais. A obra, constituída por três volumes (o terceiro volume ainda não se encontra disponível), apresenta-se como uma gramática de referência, tendo por objetivo fundamental a descrição a norma culta do português europeu, sobretudo encarado do ponto de vista sincrónico e abrangendo vários níveis estruturais – da sintaxe à semântica, da morfologia à fonologia. No entanto, não se julgue que esta obra se limita à variedade lusitana: os capítulos iniciais são dedicados à variação da língua não só no eixo histórico, mas também na sua dimensão geográfica, quer relativa à dialetologia no território atualmente português, quer nos países onde ela tem estatuto oficial, em especial no Brasil, em Angola e Moçambique. Mas a sua originalidade parece residir sobretudo no modo como se posiciona relativamente ao confronto (nem sempre pacífico) entre a gramática tradicional (ou prescritiva) e a gramática teórica; tal aspeto fica explicitado nas palavras de dois dos seus autores, membros também da comissão organizadora deste trabalho monumental:

«[…] [E]sta Gramática destina-se a um público culto, de nível de instrução acima da média, que nela pode obter informação actualizada e aprofundada sobre os principais temas da gramática do português. Não é uma gramática teórica, destinada apenas a especialistas em Linguística, nem uma gramática simplificadora, de tipo escolar.» Maria Fernanda Bacelar do Nascimento (texto de apresentação)

«[...] [S]em ignorar noções, conceitos e resultados provindos da investigação linguística mais recente, a que me referirei já a seguir, esta Gramática adopta, de forma geral, o quadro descritivo da gramática tradicional, com as suas classes de palavras e as suas funções gramaticais.» Eduardo Paiva Raposo, "Apresentação da Gramática do Português"

Em suma, trata-se de uma obra de proporções que há muito tempo não se viam em Portugal, cujo alcance terá, com certeza, grande impacto na forma como se interpreta e ensina o funcionamento da língua portuguesa.