Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Campo linguístico: Contrastes de género
Filipa Costa Estudante Viseu, Portugal 281

É sabido que agradecer com Obrigado ou Obrigada varia conforme o género da pessoa que o diz. No entanto, deparei-me com a seguinte dúvida:

A frase «Desde já, o meu muito obrigado», caso seja uma mulher a dizê-lo, varia para «Desde já, o meu muito obrigada», ou mantém-se o masculino?

Ana Nunes Declarante Quarteiras, Portugal 342

«Olhos cinza» ou «olhos cinzas»? Se não estou enganada, o adjetivo tem que respeitar o género e número do substantivo... nesse caso seria "cinzas"?

No entanto, "cinza" parece soar melhor. Qual o correto?

Muito obrigada.

 

Marta Guedelha Bancária Lisboa, Portugal 261

Gostaria de saber se a palavra determinante, enquanto substantivo, é masculina ou feminina. Ou seja, está correto dizer «as determinantes da transparência municipal são...»?

António Domingues Professor Coimbra, Portugal 374

O plural do singular feminino tardoz é masculino? Será correcto dizer "a tardoz", "os tardozes"?

Gustavo Lino Estudante São Paulo, Brasil 414

Nos estudos de gramática, notei que, para substantivar (ou nominalizar) palavras como verbos ou advérbios, amiúde se lhes antepõem artigos masculinos (por exemplo, «um não» ou «o jantar»).

A dúvida que vos apresento, no entanto, refere-se ao pronome pessoal do caso reto eu: se substantivado, o pronome será invariavelmente «o eu», ou, em caso de um sujeito feminino, também poderá ocorrer uma forma feminina («a eu»)? Se, por exemplo, uma personagem feminina desejasse escrever uma carta destinada a ela mesma, mas num tempo futuro, poderia, segundo as normas da língua, começá-la com a frase «Escrevo esta carta à eu do futuro»? Ou seria mais adequado «Escrevo esta carta ao eu do futuro», tal como no caso de uma personagem masculina?

Meus sinceros agradecimentos e felicitações pelo excelente trabalho do Ciberdúvidas!

Celeste Gonçalves Professora Castelo Branco, Portugal 439

A necessidade de introduzir na escrita a igualdade de género, exige a meu ver, que terminemos com o masculino "universal". A propósito de um texto que escrevi e publiquei e que agora estou a rever, surge-me a seguinte dúvida:

Escrevi no texto da 1.ª edição «amigas e amigos, senhoras e senhores», repetindo-se ao longo do conto, por mais duas vezes a referência «amigas e amigos» e «Companheiras e companheiros». Coloquei em primeiro lugar a palavra no feminino, optando por colocar em 2.º lugar o masculino. Deveria ter procedido de forma inversa (primeiro o masculino e depois o feminino), ou alternar (umas vezes em primeiro a palavra no feminino e outras no masculino)?

Gostaria de conhecer o vosso parecer.

João Carlos Amorim reformado Lisboa, Portugal 63K

Ouvindo na rádio uma reação ao falecimento da professora Maria Helena Rocha Pereira – por sinal, um dos seus ex-alunos na Universidade de Coimbra –, estranhei que se lhe tenha referido como «a Mestre». Mestre não faz o feminino mestra? Será que estamos aqui também em presença do mesmo tipo de resistência ao feminino poetisa e juíza, por exemplo?

Os meus agradecimentos pelo esclarecimento.

Anabela Ferreira Joanesburgo, África do Sul 1K

Qual o feminino de «notário público»? Pode-se dizer «notária pública», ou será mais correto dizer «notário pública», ou mesmo manter-se a forma masculina?

Os meus agradecimentos.

Sónia Encarnação Professora Almodôvar, Portugal 3K

Quando alteramos o género, o número ou o grau de uma palavra (aumentativo, diminutivo), estamos a criar uma nova palavra da mesma família? Já li que ao acrescentarmos o sufixo -inho ou -ito, por exemplo, estaríamos a formar uma nova palavra (derivação), mas também já li o contrário... 

Obrigada.

Nelson Alexandre Fernandes Garcia Barra Professor de Informática Santarém, Portugal 1K

Gostaria de saber se deverei expressar [o anglicismo] cookies no feminino ou no masculino, encontrando-me na fase final da redação de uma dissertação de mestrado. Na minha expressão oral e verbal quotidiana sempre utilizei cookies no feminino. No entanto, tenho-me confrontado com várias referências bibliográficas que fazem referência ao termo cookies no masculino. A adensar ainda mais esta minha questão, tenho-me confrontado com dicionários que fazem referência ao termo cookie como um substantivo feminino e outros como um substantivo masculino.

Agradeço um esclarecimento claro quanto ao género deste substantivo, [na] língua portuguesa.