Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Tema: DT (Dicionário Terminológico)
Maria Duarte Explicadora Lisboa, Portugal 354

Na frase «As cortes têm-no como salvador da pátria», que grupo frásico constitui «como salvador da pátria»?

Desde já agradeço a vossa preciosa ajuda.

Eduarda Rabaçal Estudante Porto, Portugal 1K

Na frase «Eles jogam golfe regularmente.», «regularmente» é modificador de grupo verbal ou modificador de frase?

Eu diria, em primeira análise, que é de grupo verbal, porque, a meu ver, pode ser interrogado e negado:

É regularmente que eles jogam golfe? Eles jogam golfe não regularmente.

Além disso, não se trata de uma intervenção do interlocutor, mas sim da constatação de um facto.

Creio que está ao mesmo nível que «diariamente» na frase «Eles treinam diariamente futebol.»

No entanto, têm-me dito que é de frase e estou baralhada, porque não percebo porquê…

Podem ajudar-me?

Patrícia Pereira Explicadora Gafanha da Nazaré, Portugal 906

O verbo recorrer, quando transitivo indireto, rege um complemento indireto ou um complemento oblíquo?

Grata pela atenção.

Rita Ferraz Professora Santa Comba Dão, Portugal 1K

No excerto «um país que, recentemente, em termos históricos, passou quatro décadas sob uma ditadura e que ainda exibe as suas cicatrizes», a palavra ainda contribui para a coesão interfrásica ou para a coesão temporal?

António Graça Professor Beja, Portugal 667

Na frase «Ele morreu em Lisboa», como se classifica o verbo e «em Lisboa»?

Obrigado.

Rafael Nascimento Funcionário público Catanduva, Brasil 1K

Estava fazendo uma leitura e me deparei com a seguinte frase: «Nunca ocorreram aos grandes cronistas, em seus textos, basearem-se tão somente nas experiências de fato vividas por eles». Aí me veio a dúvida: O verbo "ocorrer" tem de vir no plural?

Tentei encontrar o sujeito da oração, no entanto, não consegui.

Gostaria também de saber a classificação do verbo "ocorrer" na frase em questão.

Manuel Cabeleira Gomes Professor Lisboa, Portugal 1K

Na frase «Quem manda sou eu.», partindo do princípio de que «quem manda» é o predicativo do sujeito, como é que devemos classificar esta oração?

Vanessa Ribeiro Administradora Três Lagoas, Brasil 821

Quantas orações há na seguinte frase: «Isso está certo ou não?» Uma ou duas?

Noémia Santos Professora Coimbra, Portugal 755

Agradecia que me esclarecessem relativamente à função sintática dos adjetivos na frase «O livro lê-se a um ritmo veloz e ávido.» O nome ritmo exige, neste contexto, complemento do nome? Parece que sim, uma vez que, se os retirarmos da frase, esta deixa de fazer sentido. Ou haverá outra interpretação?

Muito obrigada, desde já. 

Iolanda Marisa Alexandre Batista Professora Lisboa, Portugal 374

Na frase «desencadeando antipatia e recusa da aproximação entre os mortais quando o caos aparece no horizonte», qual é a função sintática de «entre os mortais»? Complemento do nome de «aproximação» ou modificador do grupo verbal de «desencadear»? 

Grata pela atenção.