Início Respostas Consultório
Chiara Xavier Confeiteira Maceió, Brasil 1K

Ultimamente está na moda usar essa palavra como algumas blogueiras vêm usando. Elas dizem que estão «apaixonadas nesse vestido», «apaixonei nessa bota». Porém não consigo entender o uso dessa expressão. Me soa muito errada. Pois quem se apaixona, se apaixona "por" alguma coisa, e não "em" alguma coisa.

Correto?

Fábio Miguel Estudante Lisboa, Portugal 827

Não tendo encontrado referências sobre a pronúncia de pecã nas fontes onde normalmente procuro, gostaria de saber a vossa opinião sobre esta questão. Surgiu na sequência de uma conversa sobre alimentação saudável em que foi sugerido este produto, o qual foi dito como "pécã" (pɛˈkɐ̃). O meu instinto foi corrigir de imediato a pessoa para que dissesse "pecã" (pəˈkɐ̃), mas a pessoa garantiu-me que em todas as suas conversas com outras pessoas onde esta palavra entrava foi sempre dito por todos "pécã". Vejo esta palavra na ordem de romã, satã, maçã, onde a regra é a sílaba tónica ser na palavra com til caso a outra sílaba não seja acentuada e, assim, a vogal da primeira sílaba ser fechada (caso esteja errado, por favor corrijam-me).

Agradeço desde já a ajuda.

Diogo Paiva Estudante Lisboa, Portugal 1K

Deve escrever-se «de mão dada com essa pessoa» ou «de mão dada a essa pessoa»?

Obrigado.

Catarina Amaral Professora Viseu, Portugal 1K

Gostaria se saber qual é o superlativo absoluto sintético do adjetivo esguia.

João Carlos Amorim Reformado Lisboa, Portugal 866

Como se escreve, à luz já do Acordo Ortográfico: "radio-ouvinte", "radioouvinte" ou "radiouvinte"?

Margarida Ferreira Reformada Odivelas, Portugal 678

Nas traduções de inglês para português, começa a aparecer o verbo empatizar e o adjetivo empático. Será aceitável?

Maria Morais Professora Porto, Portugal 543

Gostaria de saber a vossa opinião sobre o processo de formação das palavra justapor. Julgo saber que justa é um prefixo latino, cujo sentido de «ao lado de» poderá não ser imediato para os falantes e por isso ser considerado um eruditismo. Mesmo assim, o elemento justa parece manter as características prototípicas de um prefixo. No vosso entender há fundamento para considerar a palavra justapor como formada por composição? E nesse caso, o elemento justa é visto como radical ou palavra?

Paul Castro Professor Leeds, Reino Unido 1K

«Estudar português» e «estudar o português». Existe alguma diferença entre as opções acima? Uma explicação que me foi dada é que a primeira exprime a ideia de estudar a disciplina de português, enquanto a segunda insiste mais na ideia de estudar a língua. Mas parece-me uma daquelas explicações espontâneas.

Se as duas possibilidades são corretas, há alguma diferença entre elas em termos de registo?

É que os meus alunos que estudaram no Brasil sempre dizem o segundo...

Agradeço desde já.

Eulália Saraiva Açores, Portugal 1K

Tenho dúvidas na redação da seguinte frase: «Como devemos nos proteger na utilização da Internet» ou «Como devemos-nos proteger na utilização da Internet.» Ou ambas estão erradas?

Obrigado!

Ricardo Pereira Lemos Professor do ensino secundário na reforma Matosinhos, Portugal 625

Na minha freguesia existe uma rua denominada «rua da Cancelinha». Qual será a origem deste topónimo? É frequente este topónimo em Portugal? Pessoas idosas me disseram que em tempos não havia rua neste local, apenas uns campos com um caminho, cuja entrada era vedada com uma cancela! Poderá ser esta a origem do topónimo referido ou haverá outra explicação?

Obrigado.