Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório
Francisco Pires Professor Jyväskylä, Finlândia 150

Gostaria de saber qual é a tradução da palavra inglesa : cototient.

Muito obrigado.

Guilherme Marforio Estudante São Paulo, Brasil 160

O substantivo “visavó” pode ser considerado uma variante de bisavó ou é uma forma errônea?

Embora seu uso não seja muito comum, eu o ouço razoavelmente.

Jaroslav Dobias Professor Bratislava, Eslováquia 300

Entendo que a forma tens termina com s e o pronome a tem de ser subsituido por la.

Mas não compreendo por que a forma "teNs" muda para "teM".

Há alguma regra que explique porque termina em m neste caso e não em n de tens?

Obrigado.

Lara Barros Estudante Viseu, Portugal 149

Qual é o valor modal de "basta"?

Filipe Potra Técnico de manutenção Portugal 189

Vi há algum tempo um programa sobre danças argentinas onde se falava em «dança nortenha», a dança típica do Norte, e "surenha", típica do Sul.

Ora em português a palavra nortenho está consagrada, mas parece que "surenho" ou alguma variante do género não têm entrada.

Há alguma palavra em português que cumpra esta função?

Teresa Neves Engenheira Leiria, Portugal 137

Para descrever uma tecnologia em que há variação de temperatura podemos dizer processo variotérmico? Em inglês Variotherm process ou então Rapid heat and cool process.

Ana Gonçalves Administrativa Portugal 94

Vi recentemente um exercício de gramática que suscitou uma dúvida. No exercício pedia que se sublinhasse o complemento oblíquo: «Sempre que tem problemas, a Mónica recorre aos pais.»

Nas soluções do exercício aparece «aos pais» como complemento oblíquo.

No exercício seguinte era, então, pedido que substituíssem o complemento oblíquo por um pronome (precedido de preposição). Nas soluções aparecia «Sempre que tem problemas, a Mónica recorre a eles».

É possível dizer-se/escrever-se "recorre-lhes"? Se sim, não seria de considerar que "aos pais" é complemento indireto?

No mesmo exercício, numas alíneas à frente, aparecia a frase «Ele estava muito feliz com aquela notícia».

«Muito feliz» acredito que seja predicativo do sujeito por ser "pedido" por um verbo copulativo (estar).

Assim, qual seria a função sintática de "com aquela notícia"? Modificador?

Obrigada pela atenção.

Helena Gama Desempregada Bobadela, Portugal 195

Diz-se «levar a rojo» ou «levar de rojo»?

Obrigada desde já!

Marta Miranda Terapeuta da fala Trofa, Portugal 218

Do ponto de vista linguístico, como explicam que uma criança faça o erro seguinte: «Ela me chateou-me!», «Ele me disse-me», «A Ana me bateu-me!»?

Obrigada.

Valdecir Tozzi Químico São José dos Campos, Brasil 143

O verbo aspirar é transitivo indireto no sentido de desejar, normalmente com a preposição a.

Na oração «aspirar pilotar um jato» por que é omitida a preposição a?