Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório
Clara Cristino Professora do Ensino Básico Portugal 126

Gostaria de conhecer as origens do apelido Cristino.

Agradeço.

Manuela Vieira Explicadora Bragança, Portugal 185

Na frase «Ela ficou-lhe grata», que função sintática exercem lhe e grata?

Muito obrigada pelo vosso trabalho!

David da Silva Santos Barbeiro Guaratinguetá, Brasil 124

No período seguinte, qual o valor sintático e semântico do advérbio quando?

«Os serviços profissionais de advogado são, por sua natureza, técnicos e singulares, quando comprovada sua notória especialização, nos termos da lei.»

Obrigado.

Gustavo Oliveira Estudante Cantanhede, Portugal 208

Na frase «Lá foram eles, a correr e a cantar», gostaria de saber como se classifica a oração «a correr e a cantar» e que função sintática desempenha, além da justificação do uso da vírgula entre ela e a oração subordinante.

Desde já, agradeço.

Nuno Heitor Eng. eletrotécnico Cartaxo, Portugal 143

Qual a pronúncia correcta da disciplina de "Física-Química" (ou "Físico-Química")? Correntemente ouve-se pronunciar "fisicóquímica" em vez de se ler tal como está escrito. Qual a forma correcta de se pronunciar o nome desta disciplina? Faz sentido abrir a vogal antes do hífen?

Obrigado 

 O consulente escreve de acordo com a norma ortográfica de 45

Alessia Khayrulina Estudante Lisboa, Portugal 204

Gostaria de saber porque dizemos «conta à ordem» (com artigo definido feminino e, consequentemente, com o acento grave), mas «conta a prazo» (sem artigo nenhum e apenas a preposição "a")?

Obrigada!

Fernando Bueno Engenheiro Belo Horizonte, Brasil 240

Qual a diferença na análise sintática entre as seguintes idênticas orações iniciadas por porque?

«Ela não foi atendida porque chegou tarde» – significando que «ela não foi atendida por causa de ter chegado tarde».

«Ela não foi atendida porque chegou tarde» – significando que «ela não foi atendida não por ter chegado tarde [mas por não ter apresentado o necessário requerimento]».

Obrigado.

Rui Sarmento Arquiteto de ciência dos dados Copenhaga , Dinamarca 166

Gostaria que me pudessem clarificar a etimologia e evolução da palavra onça.

Este substantivo feminino é de origem portuguesa e introduzida no Brasil? Não é do meu conhecimento da existência de onças em Portugal mas linces e também sei que os vários povos indígenas americanos chamavam de jaguar.

Muito obrigado pela atenção.

 

Blanca Albán Gilino Filóloga Padrón, Galiza 225

Gostava de saber se em português se utiliza o advérbio abondo como em galego? Têm o mesmo valor ou é considerado um regionalismo?

Às vezes sou vítima das interferências linguísticas ao serem línguas tão próximas.

Obrigada!

Debora Santos Secretária São Paulo, Brasíl 195

Em vez de dizer «bem-vindo novamente», há licença para dizer "re bem-vindo"?

Este modo existe?

Grata.