Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório
Farajollah Miremadi Engenheiro Lisboa, Portugal 161

Podia dizer-me o porquê de usar o verbo no futuro de pretérito nas seguintes frases :

1- «Depois disto, o rei D. Dinis, o sexto rei de Portugal, viria a criar a Universidade de Coimbra...»

2 - «... Mas tal só viria a suceder-se em 1147, durante a governação de D. Afonso Henriques...»

3- «... a sua derrota perante os muçulmanos viria a ditar o fim do seu império no ano de 711.»

Em geral, tal aplicação de verbo no futuro de pretérito nestas frases parece seguir uma regra comum, não é?

Se sim, qual?

Obrigado

Armando Cordeiro Arquiteto Coimbra, Portugal 128

Em arquitetura usa-se muito frequentemente a palavra projetual para se referir qualquer coisa relacionada com um projeto de arquitetura.

A palavra existe? O seu uso é correto?

Beatriz Correia Dentista Brasil 137

A pedido de um colega, estou revendo um texto da área médica que contém repetidas vezes frases como esta:

«Setenta por cento dos pacientes foram definidos como apresentando um baixo grau de sangramento.»

A mim, soa muito mal o gerúndio após «definidos como», mas não sei justificar por quê.

O que há de errado? Uma sintaxe calcada no inglês? Ou seria uma construção aceitável?

Grata pela atenção.

Cristiana Silva Estudante Porto, Portugal 155

Qual é a forma correta "chá-verde" ou "chá verde"?

Jorge Santos Técnico superior Lisboa, Portugal 574

Li o texto "Lagartos e lampiões. Alcunhas correntes para benfiquistas e sportinguistas" e creio, primeiro, que é impreciso dizer-se que a alcunha de "lagartos" começou em 1951, pois já existia antes, e, segundo, que é abusivo dizer-se que o Sporting oficializou esse epíteto, porque a mesma não é usada pelo clube. Podem, s.f.f., averiguar melhor o assunto?

Victorino Manuel Professor Ndalatando, Angola 168

Na frase «o presidente do conselho de administração da Infortecnol, empresa do sector das tecnologias de informação e comunicação, Pedro António Manuel, também conhecido por Pedro Manico, chega hoje à minha terra natal», verifica-se que a expressão «o presidente do conselho de administração da Infortecnol» é complementada por três elementos, todos separados por vírgula, que dão informação adicional.

Nesse sentido, podem as expressões «empresa do sector das tecnologias de informação e comunicação», «Pedro António Manuel» e «também conhecido por Pedro Manico» ser classificados, conjuntamente, como modificadores apositivos?

Se não, que função sintáctica caberá a cada uma delas?

Grato pela atenção.

Juarez Belém Serventuário de Justiça Mossoró, Brasil 228

O substantivo âncora, definidor de quem comenta profissionalmente notícia ou reportagem realizada por telejornal, é comum de dois gêneros ou sobrecomum, usado apenas com o artigo o para qualquer dos sexos?

Luís Godinho Sociólogo Paço de Arcos, Portugal 244

Deve dizer-se "trato de escravos" ou "tráfico de escravos"?

Ou será que as duas expressões são sinónimas?

Guilherme Roda de Miranda Estudante Praia Grande, Brasil 150

Há erro gramatical, sendo obrigatório o acompanhamento da preposição em todos os objetos indiretos; ou apenas falta de paralelismo, na frase «Gosto de dançar, cantar e pintar»?

Nessa e em outras estruturas, pode-se omitir a preposição depois de inseri-la no primeiro objeto, quando estes se referirem ao mesmo verbo e à sua mesma regência?

Nessas locuções a seguir, apesar de não haver objeto, também há obrigatoriedade de replicar a preposição?

«Eles passaram a imitar e caçoar.»

«Eles passaram a imitar, caçoar.»

Grato desde já.

Pedro Miguel Ferreira Machado Desempregado Braga, Portugal 269

Sou criticado amiúde por familiares por pronunciar -om em vez de -ão, nomeadamente, na palavra coração.

Já me disseram que se deve dizer algo que somente posso transcrever como "coraçáum", distintamente de nação ou paixão.

Esta posição, embora me pareça absurda, tem algum fundamento?

Além disso, existirá realmente uma diferença regional entre as pronúncia dos vocábulos terminados em -ão? Há algo que julguem ser pertinente sobre a questão que deve ser dito?

Auxiliem-me. Agradeço a dedicação inexaurível de quem se vem ocupando com a manutenção desta página.

Bem hajam!