Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório
Cristiano Moreira da Silva Professor Lambari, Brasil 355

Em época de Festa Junina, surge-nos um dúvida: é comum que, durante as festividades de quermesse e quadrilha, haja uma brincadeira de «recadinhos amorosos entre os participantes».

E é justamente sobre o nome de tal brincadeira que reside a nossa dúvida. Como se chama?

"Correio elegante" ou "correio-elegante"?

Desde já, prévios agradecimentos.

Tiago Almeida Desempregado Porto, Portugal 291

No artigo "Modificadores de frase: grupos sintáticos e orações", não estou a perceber a diferença dos dois últimos exemplos, os quais passo a transcrever:

«(20) «Talvez os compradores estivessem certos.» – modificador de frase

(21) «Nunca tanta pressa vi.» – modificador de grupo verbal»

Talvez não seria também, tal como nunca, um modificador de grupo verbal, dado que também não é demarcado por uma vírgula?

Muito obrigado!

Ricardo Afonso Tradutor Portugal 326

Gostaria de pedir a vossa ajuda, por favor, para fazer a análise sintática do excerto que se segue, tomando particular atenção ao sujeito e à colocação da vírgula antes do predicado:

«[…] a própria esterilização por ação direta do fogo, isto é, em termos técnicos, a flambagem (prática que não estamos muito habituados a ver, hoje, no meio laboratorial, mas que era importante nos primórdios da medicina), implica também […].»

A frase tem um sujeito simples, embora este se apresente com duas designações diferentes, sendo que a segunda («a flambagem») é uma precisão da primeira («a própria esterilização…»).

Neste caso, e ignorando o parêntese (que seria um modificador do nome?), estará bem colocada a vírgula? Tecnicamente, está a separar o sujeito do predicado, coisa que em princípio não se deve fazer, mas ao mesmo tempo isola a segunda formulação do sujeito, enfatizando a especificidade de se tratar de uma flambagem.

Se puderem esclarecer-me, fico muito agradecido.

Luciano Tomaz Engenheiro Porto Alegre, Brasil 246

Gostaria de saber se há em português os seguintes casos:

1) Substantivos que são invariáveis (em relação ao gênero) no singular e variáveis no plural.

2) Substantivos invariáveis (gênero) no singular e que mudam o gênero quando vão para o plural.

Em italiano, por exemplo, há os casos «il dito/ le dita», «il paio / le paia», etc.

Obrigado.

Maria Sobral Velez Professora aposentada Alcobaça, Portugal 324

É correto dizer «Vou dar uma caminhada»?

Evandro Braz Lucio dos Santos Professor Santa Quitéria , Brasil 310

Na frase «Ela se parece com o pai»:

1) O vocábulo se é parte integrante do verbo ou qual a função sintática?

2) Qual a transitividade do verbo parece?

3) Qual a função sintática do termo «com o pai»?

Obrigado

Pedro Jorge Ginja Engenheiro Vila Real, Portugal 348

Pretendo saber o significado da palavra "espatuchavam" que encontrei no livro Apenas uma Narrativa, de António Pedro.

Grato.

Julian Alves Estudante Nápoles, Itália 202

Mais uma vez venho pedir a vossa ajuda.

Nos momentos de orações comunitárias, quase sempre se deve, o que é responsável por conduzir a oração, informar os presentes como devem ser feitos os salmos das Horas Canônicas. Qual é o modo mais correto de dizer:

1.º Façamos [o próximo salmo] em dois coros em estrofe.

2.º Façamos [o próximo salmo] a dois coros em estrofe.

3.º Façamos [o próximo salmo] a dois coros por estrofe.

4.º Façamos [o próximo salmo] em dois coros por estrofe.

Não estou seguro quanto ao modo certo.

Eu fico cá aguardando a vossa explicação.

Antecipadamente, obrigado.

Marta Paixão Professora Caneças, Portugal 280

Gostaria de saber qual a forma mais correta de classificar a seguinte oração que tem como e quando na seguinte frase:

«E o menino contava esta maravilha com a sua inocência costumada, como quando repetia a história de José do Egito, que ouvira ler a um vizinho.»

Deve ser considerada como subordinada comparativa ou subordinada temporal?

Obrigada.

Anabela Costa Silva Tradutora Lisboa, Portugal 157

É correto usar o gentílico "auvernês" para os naturais de Auvergne (centro da França) e manter o topónimo francês Auvergne, em vez do seu aportuguesamento Alvérnia ou Auvérnia?