Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório
Márcia Ferreira Professora Madeira , Portugal 407

«No mês passado, eles...... (partir) para França.»

«Quando era pequeno ...... ( brincar) contigo.»

Será que posso utilizar o pretérito perfeito e imperfeito nas duas frases?

Obrigada.

Carlos Costa Professor Covilhã, Portugal 167

É acertado afirmar "sociedade egótica", ou "egótica" nem sequer existe? Será mais avisado "sociedade egoísta/egotista"?

Reiterados agradecimentos.

Bernardo Monteiro Estudante Porto, Portugal 300

Tenho dúvidas no que concerne ao processo de formação de justapor. Podem esclarecer-me?

Agradecido

Djavan Nascimento Estudante Recife, Brasil 211

Vi uma entrevista de Nélida Piñón, notei alguns trechos e resolvi cá transcrevê-los: Nós nos empenhamos para construir uma cultura, uma sociedade que quando estejamos* liberados, sejamos* soberanos de nós próprios, tenhamos uma literatura; e tenhamos uma Academia como a nossa, de Machado de Assis. 1) É possível e correto usar o presente do subjuntivo com valor de futuro? (Estejamos → estivermos; sejamos → formos) 2) Depois das conjunções "se" e "quando" é obrigatório o uso do futuro do subjuntivo, ou são possíveis outras construções? "Se alguém vir esta carta..." Ou Se alguém ver esta carta..."? "Se o sol se pôr" ou "se o sol se puser"? 3) A pontuação está corretamente empregada? Tenho um pouco de dificuldade em transcrever certas falas.

Carlos Costa Professor Covilhã, Portugal 239

Congratulo o sítio pelo trabalho extraordinário que tem vindo a realizar e agradeço antecipadamente qualquer comentário e informação sobre o que apresento.

É correto dizer «gravitar em redor / à volta desta história», ou trata-se de um pleonasmo desnecessário, uma vez que gravitar significa «à volta de»?

Será mais adequado «gravitar nesta história»?

Maria Antónia Ajudante familiar Rio Maior, Portugal 405

É correcto usar «Muitas das vezes não dão a oportunidade à pessoa de ganhar experiência» ou «muitas vezes...»?

José de Vasconcelos Saraiva Estudante de Medicina Foz do Iguaçu, Brasil 299

Nesta frase  de Camilo Castelo Branco [«Sabes onde vai bater o meu dinheiro?»], figura onde, mas não deveria em vez de onde figurar aonde: «Se ela assim continuar e ficar solteira, sabes onde vai bater o meu dinheiro e mais o teu?»

Cumprimentos

Dina Rouxinol Professora de 1.º ciclo Portugal 263

Como classificamos as palavras «Invasões Francesas», nome próprio ou nome comum + adjetivo qualificativo?

Hélio Martins informático Setúbal, Portugal 763

A frase em baixo está correcta?

«Relativamente ao frio, pouco pode-se fazer.»

Ou será mais correcto:«"(...) pouco se pode fazer»?

Na minha opinião acho que as duas estão bem mas, neste contexto, gosto mais de como soa a última -- gostaria de saber a vossa opinião. (Imagino que algures na base de dados já deva existir resposta para dúvida similar -- desde já, peço desculpa.)

Obrigado e parabéns pelos 23 anos (participo pouco mas conhece-vos desde, pelo menos, 1997!)

Siara Pi Estudante Castellbisbal, España 517

«Hoje apetece-me comer peixe.»

Nessa frase o pronome há de estar antes ou depois do verbo? Na minha opinião acho que deve estar antes, pois temos um advérbio e não há vírgula.

Escrevo-lhe porque encontrei essa frase em um texto ( escrito por um português) e deixou-me confusa. Qual é a forma correta?

Também gostava de saber se há uma gramática que trate esse tema detalhadamente, pois tenho muita curiosidade.

Obrigada.