Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Campo linguístico: Regência
João G. Pais Gestor Lisboa, Portugal 137

Recentemente vejo vários filmes serem promovidos como tendo sido «nomeados "a óscares"». Não deveria ser «nomeados para óscares»?

Qual destas frases está correta?

«Os filmes Roma e A Favorita foram nomeados para dez óscares.»

«Os filmes Roma e A Favorita foram nomeados a dez óscares.»

Muito obrigado.

Diogo Maria Pessoa Jorge Morais Barbosa Estudante Lisboa, Portugal 137

Devemos escrever «roçaste no meu casaco», ou «roçaste o meu casaco»?

Henrique Oliveira Projetista da construção civil Linda-a-Velha, Portugal 183

Qual a regência do verbo configurar?

André Santos Analista Lisboa, Portugal 247

Alguém me sabe indicar se o verbo «conduzir» se rege apenas pela preposição  «O João conduziu a irmã a casa» –, ou se também se pode reger pela preposição para?

A frase «Esse objetivo tem conduzido o Rui para mais altos destinos» está correta, ou deveria ser «Esse objetivo tem conduzido o Rui a mais altos destinos», modificando, assim a preposição?

Obrigado.

Gabriel Mario Psicólogo Wilde, Argentina 277

É correto dizer «O homem de que te falei» / «O homem do que te falei», ou devo dizer exclusivamente «o homem do qual te falei»?

De igual maneira, posso usar indiferentemente as suas formas no seguinte caso, ou usar o que com preposição é incorreto/arcaico/extremamente formal?

«A pessoa com a qual trabalho.» / «A pessoa com a que trabalho.»

Agradeço muito a resposta.

Andreia Martins Marketing Lisboa, Portugal 178

Pretendo compreender qual é a frase correta, ou saber se as preposições podem ser ambas utilizadas, nas seguintes frases:

«(...) origina uma atualização em X€ por cada novo posto.» ou «(...) origina uma atualização de X€ por cada novo posto.»?

Obrigada e continuação de bom trabalho!

Celia Abreu Professora aposentada Mortágua, Portugal 660

Por influência das telenovelas brasileiras, ouve-se cada vez mais, infelizmente, certas expressões, como «Ela chamou-o de burro». Antes de mais, sabemos que, neste exemplo, o verbo chamar não pede a regência da preposição de, nem está correto o uso do pronome pessoal forma do complemento direto o, devendo usar-se o pronome pessoal forma do complemento indireto lhe. Havendo, porém, necessidade de analisar uma frase deste tipo, em que o verbo chamar aqui seria transitivo direto e indireto, as minhas dúvidas são :

1. O pronome o, identificado como forma do CD, passa aqui a ter a função de CI?

2. Qual a classificação sintática de «de burra»?

Muito obrigada.

Luís Magalhães Professor Porto, Portugal 168

Antes de mais, deixo o meu elogio a toda a equipa do Ciberdúvidas pelo brilhante trabalho que tem vindo a desenvolver. Seguidamente, o meu pedido de esclarecimento.

Na frase «O cavalo que andava costumado às escaramuças (....)» [ retirada de Contos Tradicionais do Povo Português, Teófilo Braga], qual é a função sintática do constituinte «às escaramuças»?

Agradeço antecipadamente a vossa resposta.

Carlos Alberto Conti Revisor São Paulo, Brasil 338

Qual é a regência de conveniado?

Grato.

Isabel Silva Professora Braga, Portugal 274

Gostaria que me esclarecessem acerca da subclasse da forma verbal sospiro [= suspiro], ou seja, se é um verbo transitivo direto/indireto ou intransitivo, no contexto do verso «o por que eu sospiro», presente na cantiga de amigo "Ondas do mar de Vigo".

Grata pela atenção.