Início Respostas Consultório Campo linguístico: Pontuação
Fernando Bueno Engenheiro Belo Horizonte, Brasil 773

«– Ele está morto, ou por outra, pensa convictamente que está.»

Na frase acima, as vírgulas estão corretamente colocadas?

Obrigado.

Nicole Collet tradutora Fort Myers, United States 1K

Sei que se usa travessão seguido de vírgula quando a frase o exige. Por exemplo:

«Em se tratando de crime – e disso entendo bem –, não devemos ser lenientes.»

A minha dúvida é se podemos omitir a vírgula em casos como esse. Entendo que ela é gramaticalmente correta, mas pessoalmente acho muito feio. Para 1) uma pontuação visualmente mais limpa, e 2) como os travessões já quebraram a frase de qualquer maneira e separaram a primeira oração («Em se tratando de crime») da segunda («não devemos ser lenientes»), eu creio que não seria uma grande heresia omitir a vírgula. Isso procede?

Muito obrigada!

José Marques Consultor Lisboa, Portugal 1K

Qual a diferença entre \ e /?

Ana Azevedo Docente do ensino superior Faro, Portugal 757

O que aconteceu neste século para agora se escrever 2016/2017, e no século passado escrevia-se p.ex. 1998/99? Há regra, ou foi só bagunça do ano de transição 1999/2000?

Aline Rodrigues Secretária Rio, Brasil 2K

A frase abaixo tem, ou não, vírgula? Se tem, por favor, indiquem o motivo.

«Sou revisora de texto, formada em Letras pela Unesp.»

A frase entre aspas é a frase sobre a qual tenho dúvida.

Obrigada.

Eduardo Sousa Professor Mirandela, Portugal 1K

Tenho dúvidas quanto à curvatura ou inclinação das aspas superiores. Nos processadores de texto costumam aparecer aspas retas na vertical, ou aspas curvas ligeiramente inclinadas para a direita (tanto a final como a inicial). O meu processador de texto analógico (mão) costuma curvar as primeiras aspas à direita e as últimas à esquerda, para "acomodar" o texto ou palavra. No entanto, vejo muitas pessoas a fazerem exatamente o contrário: inclinando as aspas (quase sempre retas) na direção oposta do texto. Gostaria de saber qual a representação manual mais correta.

Obrigado.

Correio Alternativo São Paulo, Brasil 1K

Como fica a vírgula em orações consecutivas com que depois de tão, tanto e tal? Li a instrução de que se deve usá-la sempre, mas há muitos exemplos de boas fontes que não o fazem. Que critério seguir? Dispensar a vírgula nos períodos de fácil entendimento?

Exemplos sem vírgula:

(Machado de Assis Dom Casmurro) «A vida é tão bela que a mesma ideia da morte precisa de vir primeiro a ela... O que cismei foi tão escuro e confuso que não me deixou tomar pé... Continuei, a tal ponto que o menor gesto me afligia...»

Napoleão Mendes de Almeida, Gramática Metódica: «Portou-se tão bem que o elogiaram.»

Dicionário Houaiss: «Tanto repetiu a leitura que conseguiu decorá-la. Bateu tanto que quase matou.»

José Reis Professor Lisboa, Portugal 3K

Considere-se um fragmento de discurso em que um indivíduo está a falar. Naturalmente, o discurso é iniciado com um travessão. O discurso do indivíduo prolonga-se por um parágrafo inteiro. No parágrafo seguinte, o mesmo indivíduo continua a falar. Que tipo de sinalização devemos utilizar para continuar o discurso no segundo parágrafo? Repete-se o uso do travessão? Ou empregamos outro sinal? Tenho visto que a continuação do discurso de um mesmo indivíduo num segundo parágrafo é sinalizada por ">>". É correcto empregar esta sinalização?

Obrigado.

Joaquim Fernández Tradutor Barcelona, Espanha 1K

No vídeo do YouTube Tutorial Scriptorium - Uso da vírgula: 7 regras essenciais, que acabo de ver, fala-se das regras de uso da vírgula.

A minha pergunta é: na frase seguinte, a vírgula é realmente obrigatória, ou é apenas aconselhável, por uma questão de estilo?

«Ao analisarmos a questão sob esta nova perspetiva, as conclusões são distintas.»

A minha dúvida decorre do facto de em espanhol e catalão ser absolutamente desnecessária (a sua colocação é apenas uma questão de estilo) e de não conhecer, assim, a regra portuguesa que a torna obrigatória. O vídeo do YouTube não explica o porquê. Por outro lado, agora não consigo precisar onde é que vi, mas tenho a certeza de que já vi frases destas sem vírgula na imprensa de Portugal.

Muito obrigado pela sua resposta!

Fernando Marcelo Cavalcanti Campos Analista tributário Dourados, Brasil 2K

Li neste site que a abreviatura de número se escreve com ponto, assim: n.º Essa forma vale para o Brasil? Nunca vi a utilização por aqui (sou brasileiro) destas formas, como: 1.º, 3.ª, n.º, etc. Escrevemos todos errados por aqui? Ou nesse ponto não há unificação entre nossas gramáticas?