Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Área linguística: Etimologia
Edson Alves de Oliveira Estudante Engenheiro Caldas, Brasil 606

Tenho uma dúvida sobre as palavras neófilo e neófito. Me parece ser muito sutil a diferença, mas ainda persiste a dúvida. Poderiam esclarecer melhor? 

José Santos N/A Portugal 724

É esta resposta válida? São várias as referências a Pera, desde o sítio da Câmara Municipal à página na Wikipédia que inclui a seguinte nota linguística: «A grafia Castanheira de Pera baseia-se na origem do nome desta localidade, que deriva de peralta e não de pêra (fruto da pereira). Aliás, até meados do século XIX, o nome da localidade era Castanheira de Pedrógão. A grafia Castanheira de Pêra está portanto errada, embora seja, infelizmente, muito frequente (incluindo no brasão representado neste verbete). Esta questão, muitas vezes polémica, é resolvida com o AO 1990, já que a palavra pera perde definitivamente o acento circunflexo. 

Manuel Marques Tradutor Lisboa, Portugal 609

Ao ler a ode Nem vã esperança vem, não anos vão, de Ricardo Reis – que reproduzo abaixo –, encontrei no quinto verso a palavra labento. Em vão procurei esta palavra no dicionário eletrónico Priberam e na Infopédia. A minha questão é a seguinte: qual o significado desta palavra?

Muito agradeço, se me puderem elucidar, assim como, se for possível, que expliquem a sua etimologia.

 

«Nem vã esperança vem, não anos vão,

Desesperança, Lídia, nos governa

        A consumanda vida.

Só espera ou desespera quem conhece

Que há que esperar. Nós, no labento curso

         Do ser, só ignoramos.

Breves no triste gozo desfolhamos

Rosas. Mais breves que nós fingem legar

         A comparada vida.»

28-9-1926

Giseli Cruz Professora Viana do Castelo, Portugal 402

Por que razão o papagaio também é chamado de "louro"? Qual a relação entre as duas palavras?

Anderson Morais Estudante Olinda, Brasil 673

Lâmpada, lamparina, lampejo e... lampreia: são palavras da mesma família? Qual pode ser o significado do radical lamp-, que me parece irmanar todas elas?

Fernando Mendes Sapador Molelos, Portugal 2K

Qual o termo correto: "piche" ou "espiche"?

Elsa Guimarães Professora Bueu, Espanha 3K

Se a forma verbal terminar em r, s, z, as consoantes desaparecem, o pronome assume a forma -lo, -la, -los, -las; exemplos:

– A roupa, não quero passar-la. – PASSÁ-LA

– O trabalho de casa? Não quero fazer-lo. – FAZÊ-LO

– O prato, não quero partir-lo. – PARTI-LO

Seria possível, por favor, que me expliquem a regra para que o mesmo não aconteça em casos como «faz-se» (não cai o Z)-

Muitíssimo obrigada.

Mário Pereira Reformado Esposende, Portugal 3K

Estou incumbido pela minha comunidade de escrever um pequeno texto sobre a parábola de Jesus na qual se refere o convite aos seus discípulos para que sejam sal e luz... E como a primeira parte da minha reflexão me tem levado para a necessidade de o discípulo ter de se humildar, regressar à sua essência – o humus –, assim como o sal, na parábola, deverá "desaparecer" para voltar a ser água, e dar sabor (transformar o mundo, a Humanidade), agradecia uma explicação sobre a origem (e compreensão semântica) da palavra humildade.

Grato pela disponibilidade.

Carlos Santos Vendedor Porto, Portugal 1K

Podem esclarecer-me como se pronuncia o plural de escolho? Deve pronunciar "escólhos" ou "escôlhos"?

Obrigado.

Luis Oliveira Malmö, Suécia 1K

Qual a origem da palavra briol, no sentido de «muito frio»?