Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Campo linguístico: Gentílicos
Sávio Christi Ilustrador, quadrinista, escritor, pintor, letrista e poeta Vitória (Espírito Santo) , Brasil 305

Quais são os respetivos gentílicos das capitais da Argentina e do México?

Isso no idioma português. Sabem me dizer na realidade?

Muitíssimo obrigado e um grande abraço!

Jorge Sofia Agrónomo Dois Portos, Portugal 1K

Resido na freguesia de Dois Portos, Torres Vedras.

Gostaria de saber qual será a designação apropriada dos habitantes desta localidade de Dois Portos. Será "dois portuenses"?

Um agradecimento antecipado pelo vosso esclarecimento.

Maria Teresa Borges de Almeida Tradutora Lisboa, Portugal 1K

Gostaria de saber qual é o gentílico de Dijon: dijonês ou dijonense?

Ao pesquisar, vejo que em português do Brasil se diz dijonense e que em espanhol também, mas confesso que me soa melhor dijonês. Será que as duas formas são admissíveis?

Agradeço, de antemão, a vossa ajuda.

Jacinto Estevens Professor Portugal 947

Como deverão ser designados os adeptos dos clubes de futebol cuja denominação já contempla o nome dado aos naturais da localidade?

Por exemplo, os nomes dos clubes Farense, Louletano, etc., são já os nomes atribuídos aos naturais dessas localidades.

Se quisermos especificar um adepto do Farense de forma a não o confundir com um habitante de Faro, como o deveremos designar?

Obrigado.

Hugo Ferreira Investigador Coimbra, Portugal 875

Qual o nome correto quando nos referimos a uma pessoa que resida em qualquer uma das várias freguesias de Meãs (espalhadas por Portugal, Meãs, Meãs do Campo, etc.) ?

"Meãseiros"? "Meanseiros"? Ou outra forma?

André Torres Bloguer Torres Vedras, Portugal 1K

Em 1945 o gentílico «torreense» desapareceu. Uma palavra que está registada na história de Torres Vedras. Mas nos escritos nacionais atuais não existe e é considerado um erro. Porquê não voltar a colocá-la no dicionário?

Este “erro” nos dias de hoje ainda existe. Dá nome ao clube de futebol da cidade, dá nome a várias empresas desta terra e relembra as bandas, a filarmónica, os refrigerantes e tantas outras empresas que atualmente já não existem. Reforço, porquê não voltar a colocar esta palavra com história no dicionário? De acordo com o ponto C da alínea 2 da base V do Acordo Ortográfico de 1990, estabelecia desta forma as grafias: “goisiano (relativo a Damião de Góis), siniense (de Sines), sofocliano, torriano, torriense [de Torre(s)]”.

É curioso que sineense, (também uma palavra com história local), atualmente existe no dicionário e também é considerada nos escritos nacionais atuais um dos gentílicos de Sines. Torreense, uma palavra com história e memória local, é atualmente uma palavra sem significado e inexistente nos escritos nacionais atuais.

Aguardo uma resposta. Obrigado.

Júlio Borges Moura Guia em museu Ribeira Grande, Portugal 1K

Qual é a designação de um habitante da freguesia da Ribeira Seca, da Ribeira Grande (Açores)?

Carlos Alexandre Xavier Fernandes Aviação Comercial Maia, Portugal 1K

O Novo Dicionário da Língua Portuguesa de Cândido de Figueiredo; Topónimos e Gentílicos de I. Xavier Fernandes; Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira e Enciclopédia D.N. – todos eles assinalam dois gentílicos para a referida cidade nortenha: matosinhense e matosinheiro.

Em roda de amigos surgiu a dúvida sobre matosinheiro. Se bem que a mais comummente empregado seja matosinhense, podemos considerar errado matosinheiro ou ambos estão absolutamente correctos?

Agradeço o vosso empenho em prol da língua portuguesa.

A resposta segue o Acordo Ortográfico de 1945.

José de Vasconcelos Saraiva Estudante de Medicina Foz do Iguaçu, Brasil 1K

Quanto aos indígenas brasileiros, podemos pluralizar as suas nações? "Os Guarani" ou "os Guaranis"? "Os Caeté" ou "os Caetés"? "Os Timbira" ou "os Timbiras"? "Os Potiguara" ou "os Potiguaras"?

Muito obrigado!

Pedro Rodrigues Gestor de Marketing Oeiras, Portugal 16K

Agora que a Holanda se chama Países Baixos, como devemos denominar os seus habitantes?