Início Respostas Consultório Campo linguístico: Hifenização
João Carlos Amorim Reformado Lisboa, Portugal 433

Queria saber se, com as novas regras do Acordo Ortográfico quanto ao não uso, já, do hífen nas locuções que têm elementos de ligação, devemos escrever "azuis-e-brancos" – como se pode ver nesta notícia na página da RTP, do dia 15/01 p.p. – ou, agora, «azuis e brancos».

[Na terminologia muito própria do futebol, "azuis-e-brancos" (ou, antes, «azuis e brancos»?), lembremos que se usa para denominar a equipa do Futebol Clube do Porto, cujas camisolas dos jogadores têm essa cor.]

Os meus agradecimentos.

Armando Mendes Lisboa, Portugal 301

Pode informar-me se a palavra "interespécies" está corretamente escrita?

A minha dúvida tem a ver com o facto de não saber se se enquadra na «nas palavras compostas que designam espécies na área da botânica e da zoologia» as quais mantêm o hífen.

Pietro Heller Brasil 329

É possível usar a palavra "superenigma"? Ou deveria ser "super-enigma", ou "super enigma"?

Diogo Morais Barbosa Estudante Lisboa, Portugal 297

Continua a saga dos hífenes; e as contradições entre dicionários. Devemos escrever «bem-vestido» ou «bem vestido»? Devemos escrever «malvestido», ou «mal vestido»?

Obrigado.

João Pedro Costa IT Alenquer, Portugal 783

O plural de enfermeiro-chefe, é "enfermeiros-chefe" ou "enfermeiros-chefes"?

Luan Côrtes Tradutor Feira de Santana, Brasil 466

Como escrever corretamente o vocábulo que antes do Acordo Ortográfico de 1990 se grafava mão-de-obra? Uma consulta às fontes que tenho à disposição revela divergência. O Dicionário Priberam e o Ciberdúvidas acolhem apenas mão-de-obra. O dicionário Aulete, o Vocabulário Ortográfico Português e o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa acolhem apenas «mão de obra». Como proceder?

Joám Maceiras A Corunha, Espanha 216

Como se diria "cuelga fácil" em português?

Obrigado.

Jorge Santos Lisboa, Portugal 833

Tenho em mãos um livrinho sobre horticultura. Trata-se de um texto especializado que fala em estufas-frias e estufas quentes... E muitas vezes a par... Grafo como composta "estufa-fria", e «estufa quente» sem hífen... Mas balanço sempre a olhar para elas sobretudo seguidas...

Que me dizem?

Vasco Costa Santos Estudante Lisboa, Portugal 517

A palavra «hetero-tutela» tem hífen, ou perde-o?

João Carlos Amorim Reformado Lisboa, Portugal 779

Tenho visto uma grande variação no próprio Ciberdúvidas quanto ao uso, ou não, do hífen em compostos com a palavra diretor (ou secretário). Por exemplo: «diretor adjunto»/diretor-adjunto, «diretor(a) executiva»/diretor(a)-executiva, «secretário executivo»/secretário-executivo, etc., etc. Sendo diretor-geral, com hífen, por que razão não haverá de ser, também com hífen, "diretor-adjunto", "diretor(a)-executivo" ou "secretário-executivo", por exemplo?

Muito agradecido.