Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Campo linguístico: Atestação/Significado de palavras
Gil Costa Pescador Soutelo do Douro, Portugal 442

Ao falar com uma brasileira, perguntei-lhe se íamos ganhar o Mundial [de futebol]. Respondeu «Não sei. Está dando tanta zebra!». Tive de ir ver o que significa: «Aplica-se quando um equipa considerada favorita pela sua maior qualidade é derrotada por outra de menor gabarito.» Mas fiquei curioso acerca da origem de tão estranha expressão.

Obrigado. 

Tatiana do Carmo Técnica de Livro de Contas Edimburgo, Escócia, Reino Unido 516

Conhece-se a origem da expressão «conversa fiada». Terá a ver com fiar de ficar a dever ou ir fiando um fio de conversa?

Desde já obrigada.

Edson Alves de Oliveira Estudante Engenheiro Caldas, Brasil 606

Tenho uma dúvida sobre as palavras neófilo e neófito. Me parece ser muito sutil a diferença, mas ainda persiste a dúvida. Poderiam esclarecer melhor? 

Noahide Br Outros São Paulo, Brasil 843

Por favor, esclareçam a todos. Entre os brasileiros, está tornando-se comum o uso da palavra «noético(a)» como se esta estivesse relacionada a ou fosse derivada de Noé, a personagem bíblica.

Por outro lado, sabemos que em português existe a forma “Noá” (de "Noah"). Portanto, poliónimos ou palavras derivadas de Noá (variante de Noé) (para relativo a, para proveniente de, e para que se refere a) só podem ser: {noá+ico} noaico(a), {noá+ita} noaíta, e {noá+ítico} noaítico(a). Como em inglês existem "noahic", "noahite" e "noahitic". Confere? Jamais “noético”, até porque noético(a) é outra coisa (em inglês, "noetic"). Confere?

Tomás Ferreira Estudante Paredes, Portugal 1K

Qual é o nome correto que se dá àquele que é natural da Prússia? Vejo muitas vezes o uso do termo prussiano, no entanto, fico sempre incerto dada a aparente origem brasileira do termo, na medida em que os brasileiros também usam gentílicos como polonês em vez de polaco e israelense em vez de israelita. Ainda assim, não sei se o termo prusso existe, apesar de seguir o raciocínio que dá origem ao gentílico da Rússia, russo. Gostaria, portanto, de saber a versão correta do português europeu.

Paulo de Sousa Tradutor Oeiras, Portugal 800

Em 12/12/2008, a RTP noticiava o seguinte: «Guilherme Silva, deputado do PSD e também vice-presidente da Assembleia da República, afirmou em entrevista à jornalista Maria Flor Pedroso, que a falta de deputados esta manhã no Parlamento, ausências que levaram ao cancelamento da reunião, se trata de uma situação inadmissível e inaceitável.» 

Na generalidade, os dicionários da língua portuguesa dão os adjetivos «inadmissível» e «inaceitável» como termos sinónimos. No entanto, a expressão frequentemente ouvida, «inadmissível e inaceitável», parece fazer transparecer que os dois termos não apenas se reforçam, mas que também se completam, pois terão significados próximos, embora diferentes. Se for o caso, como explicar a sinonímia que os dicionários lhes atribuem? Não sendo, estará essa expressão incorreta?

Marcos Vinícius Santana Estudante Rio Vermelho, Minas Gerais, Brasil 764

A expressão «Ah, tá!» é uma locução interjetiva ou são duas interjeições separadas? 

Obrigado mais uma vez.

Adolfo Leitão Funcionário de uma biblioteca Lisboa, Portugal 989

Não tenho total certeza do significado do termo «descarga de consciência», mas entendo que significa ter a certeza de que estou de consciência tranquila. Por exemplo, penso que é como quando vamos para a rua e nos lembramos se deixámos a porta de casa bem fechada, e então voltamos atrás somente para ter a certeza de que, de facto, deixámos mesmo a porta fechada. Mesmo se antes de voltar atrás, temos a noção de que fechámos a porta. Resumindo, julgo que descarga de consciência é mesmo para estarmos seguros de que estamos mesmo de consciência tranquila. É como se fosse um comprovativo. É como um carimbo. Pergunto também se é descarga (com a) ou descargo (com o) de consciência.

Agradeço o vosso esclarecimento. 

Beatriz Carvalho Professora/Tradutora Lisboa, Portugal 797

Gostaria de saber como se chama uma loja só de cocktails, em português europeu. Coctelaria, coquetelaria?

Muito obrigada!

Carlos Guimarães Funcionário público Lisboa, Portugal 1K

«Caiu para sempre», em vez de morreu, que recurso expressivo é?

Obrigado.