Início Respostas Consultório Campo linguístico: Estrangeirismos
Claudia Figueiredo Tradutora Lisboa, Portugal 647

A palavra adicto (de adicção, no sentido de «vício, dependência») perde o c com o novo Acordo? Estou a ter muita dificuldade em encontrar fontes fidedignas relativamente a isto. Encontrar a palavra "adito" em vários sites não significa que esteja bem. Encontrei esta nota, que me parece bastante pertinente, mas ainda assim gostava de mais fontes "oficiais".

Podem ajudar-me?

Muito obrigada!

Norberto Ponte Reformado Leiria, Portugal 365

Encontro no Dicionário Aulete, os verbos curiosar e curiosear. Este verbos são usados em Portugal?

João Carlos Amorim Reformado Lisboa, Portugal 865

A propósito do lançamento do último disco do grupo musical Ala dos Namorados, intitulado Vintage, tanto os seus participantes, nas entrevistas que concederam, por exemplo à Antena 1, como a própria promoção do CD nesta emissora de rádio, dizem sempre a palavra em inglês: /vinteidje/. Independentemente de duvidar que essa seja mesmo a pronúncia inglesa*, parece-me que, sendo a palavra de facto um anglicismo, ela já entrou, e há muito, na língua portuguesa – e devidamente dicionarizada com o significado genérico de «boa colheita» –, pelo que deve ser pronunciada como tal. Ou seja, /vĩntɐdʒe/. Estou certo?

* Em inglês, não será, antes, com acentuação na primeira sílaba?

João Pedro Fonseca Jornalista Lisboa, Portugal 327

 [Atualmente chamada Frente Fatah al-Sham], [escreve-se] «Frente "al-Nusra"» ou «Frente "al-Nosra"»?

Os anglo-saxónicos usam com u, os francófonos com o.

Lurdes Augusto Professora Lisboa, Portugal 444

Qual o processo de formação de palavras de "chalé"?

Obrigada.

Renato Souza Rio de Janeiro, Brasil 447

No contexto hoteleiro, os anglicismos «check-in» e «check-out» podem ser substituídos, respectivamente, por «verificação de entrada» e «verificação de saída»?

Júlio César Ferreira Reformado Vizela, Portugal 534

Oiço, com alguma frequência, os comentadores e relatores de desporto, principalmente de futebol, referirem : «este jogador é da "cantera" do clube...» Já vi em muitos dicionários e a palavra, em português, não existe.

O que significa e porque é tantas vezes referida?

João Carlos Amorim Reformado Lisboa, Portugal 1K

Tropeçando há dias num artigo de opinião intitulado "Os efeitos da Turistificação de Lisboa" (jornal Público, 25/11/2016), e como o encontrei dicionarizado, pergunto: "turistificação" está bem formado? E, se sim, então também é aceitável o verbo "turistificar"? Agradeço um comentário a mais este(s) termo(s) do... "turistiquês" .

P.S. — No mesmo artigo vinha outra palavra, "gentrificação" que, confesso, também desconhecia de todo.

Diogo Morais Barbosa Revisor Lisboa, Portugal 594

«T-shirt» deve levar sempre maiúscula inicial? Se, por um lado, vários documentos publicados parecem sugerir que não, por outro lado a origem da palavra é a forma «T», e não a forma «t»...

Obrigado.

João Nogueira da Costa Lisboa, Portugal 957

 «–Vai aceitar os resultados?

– Vou manter-vos em suspense, diz Trump.»

A propósito desta transcrição sobre o terceiro debate entre Hillary Clinton e Donald Trump, em Las Vegas, em 19.10.2016, vi algumas pessoas com dúvida em como pronunciar a palavra suspense. Eu sempre a pronunciei à francesa, mas os meus amigos mais novos estranham tal pronúncia.

Consultei o Google e encontrei estes dois artigos: [...] "A Suspensão do suspense", Língua à Portuguesa, 21/07/2009; [...] "Suspense", Ciberdúvidas, 8/02/2001.

Como a resposta do vosso consultor F. V. Peixoto da Fonseca [...], é muito taxativa, gostaria de ouvir uma nova opinião do Ciberdúvidas sobre este assunto.

Muito obrigado.