Controvérsias - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Português na 1.ª pessoa Controvérsias Locuções
Polémicas em torno de questões linguísticas.
Imagem de destaque do artigo

A locução latina pari passu (literalmente, «com passo igual») encontra em português, como equivalente, a sequência «a par e passo», a qual historicamente é uma deturpação da expressão original. Entre gramáticos de tradição prescritiva, muitos condenaram no século XX a forma portuguesa, considerando que a latina é a única correta; mas há outros que a aceitam. Entre os primeiros, conta-se Rodrigo de Sá Nogueira (1892-1979); entre quem invoca o princípio da consagração pelo uso, incluem-se Vasco Botelho de Amaral (1912-1980). (...)

Imagem de destaque do artigo

Erradamente traduzida por «a par e passo», a expressão latina pari passu significa «em passo igual, a par, simultaneamente». Trata-se de uma forma ablativa em que algo é feito com passo igual. Usa-se na linguagem médica quando se pretende referir desenvolvimentos simultâneos ou em economia e finanças para referir, por exemplo, créditos ou dívidas que se apresentam em pé de igualdade, sem precedências uns sobre os outros, ou seja, situações em que se aplica o princípio de igual tratamento; créditos ou dívidas andarão, pois, em simultâneo. (...)

«Ensino à distância» ou «ensino a distância»? Carlos Rocha propõe pistas históricas para a compreensão das duas formas em disputa e para a definição de um critério de uso.

Os argumentos apresentados por Pedro Múrias são robustos, realmente obrigando, se não a rever, a moderar a avaliação do uso de «à distância». No entanto, convém situar um pouco a questão:

«Ensino a distância», ou «ensino à distância»? O consulente Pedro Múrias (jurista, Lisboa) mostra defende que «ensino à distância» encontra apoio em certas expressões fixas.

Em várias respostas e sem discordância recente, o Ciberdúvidas tem defendido que se deve dizer e escrever «a distância» em vários casos em que o uso consagra «à distância». Venho tentar persuadir os consultores do Ciberdúvidas de que não é essa a melhor opção e de que se justifica inverter a orientação seguida.

Qual a expressão mais correcta: «ensino a distância», ou «ensino à distância»? As opiniões dividem-se, mas o uso frequente de «ensino à distância» encontra apoio em certos padrões lexicais e na necessidade de evitar ambiguidades, como defende o consulente Pedro Múrias (jurista, Lisboa). Noutro texto, o consultor Carlos Rocha procura pistas históricas para a compreensão das d...