Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Tema: Uso e norma
Frederico Rato Advogado Macau , República Popular da China 773

Nos esclarecimentos de Maria Regina Rocha e de D'Silvas Filho, o ponto de abreviação dispensa o ponto final, se for o fim da frase?

Por exemplo: «...pelo que se aplica o art.º 19.º.»

Este último ponto final deve ser colocado no fim da frase ou é dispensável?

Muito grato.

João G. Pais Gestor Lisboa, Portugal 599

Gostaria de saber qual a regra de acentuação em português para vocábulos que terminem em ditongo, seguido de i ou u.

Por exemplo, o Vocabulário Ortográfico Comum regista Maláui e Piauí. No entanto, um destes acentos parece-me irrelevante. Se acentuarmos Maláui, evitamos que a sílaba tónica seja i, o que parece indicar que o acento em Piauí é irrelevante.

Contudo, se acentuarmos Piauí, evitamos que a sílaba tónica seja au, o que parece indicar que o acento em Maláui é irrelevante.

Poderiam esclarecer esta dúvida?

Obrigado.

Fernando Bueno Engenheiro Belo Horizonte, Brasil 507

A frase «O aluno queixou-se do professor ao diretor», objeto de consulta de Félix Carneiro Carvalho em 1/9/2009, poder-se-ia modificar para «O aluno se lhe queixou do diretor»?

Obrigado.

Lucia Dambolena Docente Córdoba, Argentina 475

Sou argentina, estudando português, e tenho uma dúvida. Na língua existem algumas palavras como pinheiro, que é contável, e pinho (a sua madeira), que é não contável.

Existe algum outro par que seja do mesmo caso?

Maria Fernanda Ribeiro Simões Professora Lisboa, Portugal 697

Ouve-se cada vez mais a expressão "em específico" em vez de especificamente.

A sua utilização é correta em frases como «este assunto, em específico, foi tratado no programa anterior»?

Na verdade nem estou segura da pontuação, isto é, da sua colocação entre vírgulas...

Obrigada.

Francisca Costa Estudante Viana do Castelo, Portugal 550

Como se escreve a palavra: "mastodinia" ou "mastodínia" (com acento no i)?

João Pimentel Ferreira Engenheiro Delft, Países Baixos 451

 Sou praticamente de artes marciais e é muito comum em inglês ouvir-se a expressão de-escalate, principalmente quando se trata de potenciais situações de conflito, ou seja, a expressão faz referência a técnicas que servem para baixar os ânimos em situações de tensão ou propensas à violência. É também uma técnica muito usada pelas forças policiais.

Têm referências ou querem sugerir possíveis traduções para português?

Linguee dá algumas sugestões, mas todas muito fracas linguisticamente. Qual será o antónimo do substantivo escalada ou do verbo escalar?

José Gonçalves Estudante Vale de Cambra, Portugal 310

A expressão «compor como» existe? E, se existir, significa «constituir» ou «corresponder a»?

Estas dúvidas surgiram-me ao falar com colegas da Região Autónoma da Madeira que usam constantemente esta expressão. Não sei se será algo regional.

Para contextualizar, uma das frases que os meus colegas escreveram foi:

«Tendo em conta o principal objetivo deste estudo, que é determinar qual dos índices se compõe como o melhor preditor da morte do recém-nascido, analisou-se a sensibilidade das várias escalas de gravidade neonatal.»

Muito obrigado.

Iurie Solomon engenheiro Lisboa, Portugal 313

Podemos dizer que contrastar e comparar são sinónimos?

No Dicionário Priberam, as aceções 6 e 7 dão-me a ideia de que sim, mas gostava de confirmar por esta via.

Obrigado

Julieta Ferreira Desempregada Braga , Portugal 905

Na frase «come as ameixas!», como resposta, diz-se "come-as tu", ou "come-las"? "Comei-as vós", ou "comei-las vós"?

Tanto quanto sei, digo sempre "come-as" e "comei-as", mas já me disseram que não é assim!

Agradecia esclarecimento!