Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Classe de palavras: adjectivo
Jorge Manuel Amaral Ramos Serviços de Saúde Lisboa, Portugal 177

Poder-se-ão considerar corretos estes dois termos (que são usados como referências ao conceito de bem-estar): "eudaimónico" e "eudemónico"?

Por exemplo, na Infopédia, não se encontra o termo "eudaimónico", mas apenas o termo "eudemónico".  Já uma pesquisa no Google pelo termo "eudaimónico" devolve 14100 resultados, ao passo que a pesquisa do termo "eudemónico" devolve menos 2800 resultados (i.e., 11300).

Manuel Mouro Estudante Lisboa, Portugal 216

"Prelectivo" está correcto como adjectivação de prelecção? Se não, qual é o termo correcto?

Gastão Pinto Professor aposentado Lobão, Portugal 111

Lobão é uma freguesia do concelho de Santa Maria da Feira. Como se designam os habitantes e/ou naturais de Lobão – "lobanenses" ou "lobonenses"?

Luís Magalhães Professor Porto, Portugal 103

Antes de mais, deixo o meu elogio a toda a equipa do Ciberdúvidas pelo brilhante trabalho que tem vindo a desenvolver. Seguidamente, o meu pedido de esclarecimento.

Na frase «O cavalo que andava costumado às escaramuças (....)» [ retirada de Contos Tradicionais do Povo Português, Teófilo Braga], qual é a função sintática do constituinte «às escaramuças»?

Agradeço antecipadamente a vossa resposta.

Ana Nunes Declarante Quarteiras, Portugal 346

«Olhos cinza» ou «olhos cinzas»? Se não estou enganada, o adjetivo tem que respeitar o género e número do substantivo... nesse caso seria "cinzas"?

No entanto, "cinza" parece soar melhor. Qual o correto?

Muito obrigada.

 

Eduardo Portela Serra Estudante Porto, Portugal 200

A frase em questão é a seguinte: «apesar da repetida e violenta colisão com as grades, o animal apercebe-se do problema da sua conduta» (truncado).

A minha dúvida está no singular da palavra colisão que me parece ser contrariada pelo adjectivo repetida, o que implica (ou devia implicar, no contexto em que a frase se insere) várias colisões. No entanto, a expressão «colisões repetidas» também não me parece correta, exatamente por essa implicação semântica do adjectivo. Se for adicionado o verbo ser em ambos os casos («a colisão foi repetida» e «as colisões foram repetidas»), o singular parece-me mais próximo do sentido da frase: a mesma "colisão" ("com as grades") "repetida" várias vezes. Sem o verbo, fico confuso.

Eu sei que a solução é simples – suprimir a palavra repetida e usar o plural no substantivo –, ainda assim, gostaria de saber se esta frase pode estar correcta na sua forma original e/ou se há alguma alternativa mais elegante que inclua o adjectivo.

Obrigado.

Sérgio Costa Tradutor Lisboa, Portugal 198

Sobre a gramaticalidade da expressão «tão único», encontrei uma resposta no Ciberdúvidas que considera a expressão um "disparate". Não me parece que esta interpretação se ajuste aos dias de hoje e à evolução do adjetivo no nosso idioma e não só: por exemplo, em inglês, tornaram-se comuns expressões como "so unique" (sobre a evolução da palavra em inglês).

Se consultarmos os principais dicionários portugueses, vemos que o significado de único já não se resume ao valor absoluto. Constata-se que único também pode significar «excecional», «superior aos outros», «especial», «incomum», etc. Ora, a partir do momento em que admitimos estes significados para único, parece-me que também temos de admitir, pelo menos em contextos "criativos", expressões como "tão único" ("tão especial", "tão superior aos outros", etc.). A comprovar esta tendência, uma rápida pesquisa na Web encontra mais de 100 mil ocorrências de "tão único", designadamente em inúmeras publicações, como livros, revistas, etc. Neste sentido, gostaria de conhecer a vossa opinião atual sobre o tema, agradecendo desde já a atenção.

Mário Amaral Jurista Oeiras, Portugal 179

Em textos jurídicos é muito utilizada a palavra "probando", para designar os factos que são objecto de prova no processo. Por exemplo: «Os factos probandos [a provar] são os seguintes: "O sujeito A vendeu ao sujeito B a coisa C?"»

Porém não encontro a palavra em qualquer dos dicionários que consultei. Será correcta a sua utilização?

Obrigado.

[N. E.: O consulente segue a ortografia anterior ao acordo ortográfico em vigor, razão por que escreve objecto em vez de objeto, e correcta em lugar de correta.]

Vicente Martins Professor universitário (UVA, em Sobral) Sobral, Brasil 257

Durante a leitura de Jubiabá (1935), de Jorge Amado (1912-2001), deparei com a palavra "encongruado" no seguinte contexto:

«A vida é boa, velho... Você fala porque tá encongruado.... – o ex-soldado riu» (Amado, 1935, p.215).

Não há registro deste verbete nos dicionários gerais. Vocês poderiam me ajudar na atribuição de sentido à palavra "encongruado"?

Grato por qualquer luz.

Carlos Alberto Conti Revisor São Paulo, Brasil 239

Qual é a regência de conveniado?

Grato.