Diversidades - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Outros Diversidades
Textos que versam sobre as variedades nacionais e regionais do português.
A língua portuguesa num Portugal espanhol
Portugal dentro de Espanha depois de 1640

«Que teria acontecido à língua portuguesa se tivéssemos ficado dentro de Espanha depois de 1640?» A esta pergunta responde o professor e tradutor Marco Neves, num texto publicado no blogue Certas Palavras no dia 4 de fevereiro de 2024, onde especula sobre o que teria acontecido à nossa língua nesse cenário. 

União Europeia pede aos políticos que abandonem  <br>a «linguagem de género»
Léxico inclusivo

«Forte» em vez de «viril» e dizer «Rainha» primeiro do que «Rei» e «irmã» antes de «irmão». Dois exemplos do que a União Europeia propõe para acabar com a "linguagem de género", como nos explica o jornalista o jornalista Tiago Caeiro*.

 

 in jornal  digital Observador, de 29 de janeiro de 2024 

Os mouros e a língua portuguesa
A influência árabe no português

«Existem, hoje, no português, termos relativos à cozinha, aos alimentos, ao comércio, à agricultura, às ciências, às artes, entres outros, que provêm desta influência moura» recorda a consultora Inês Gama neste apontamento em que discute a influência de línguas como o árabe no português.

Dados sobre proficiência em língua inglesa
A anglofonia no mundo e em Portugal

«Os objetivos do “estudo” [EF English Proficiency Index («Índice de proficiência em inglês») de 2023] serão mais empresariais do que científicos, mas, ainda assim, os dados convidam a uma breve reflexão sobre o inglês no espaço da língua portuguesa» – considera a linguista e professora universitária Margarita Correia sobre um relatório em que se avalia a proficiência em inglês em países de outras línguas. Artigo publicado no Diário de Notícias em 15/01/2024.

 

O guerreiro de Viseu e a língua lusitana
Um documento das línguas pré-latinas no território de Portugal

«Em 2021, nos alicerces de um edifício da Rua Direita de Viseu, foi recuperada uma enigmática estela decorada que abriu um ténue portal para um mundo pré-romano e para uma língua há muito extinta» – conta-se num trabalho da autoria de Gonçalo Pereira Rosa e publicado na edição portuguesa da revista National Geograhic em 3 de janeiro de 2024. Mantém-se a ortografia de 1945, conforme oo original

O Burquina Fasso e a rejeição da oficialidade do francês
Um país multilingue com história atribulada

«A 6 de dezembro [de 2023], o presidente do Burquina Fasso anunciou uma alteração constitucional, segundo a qual o francês, língua oficial, do Estado e de ensino até agora, é substituído pelas línguas nacionais e relegado para a função de "língua de trabalho» – refere a linguista e professora universitária Margarita Correia a respeito da atual situação linguística do Burquina Fasso, país africano onde em 06/12/2023 o francês perdeu o estatuto oficial que aí detinha. Artigo da autora publicado no Diário de Notícias em 18 de dezembro de 2023.

Das famílias e dos parentescos
As características específicas no mandarim
Por Dora Gago

A complexidade dos nomes distintos (e a sua razão) para cada um dos membros da família no mandarim, comparados com os da língua portuguesa.

Artigo da professora e escritora Dora Gago, transcrito, com a devida vénia, da revista digital Algarve Informativo, com a data de 4 de novembro de 2023. Texto escrito conforma a norma ortográfica de 1945.

Eram três brasileiras e um português
A língua portuguesa em liberdade

«Não é só o português que os brasileiros falam — musical, gracioso, sexy, humorístico, brincalhão, metediço, encantador — mas a maneira como eles vão construindo a língua à medida que falam, como se tivessem vindo do dentista e, estando a passar a anestesia camoniana, se pusessem a explorar a língua e o interior da boca, para ver onde se consegue meter, para descobrir até aonde pode ir.» 

Crónica do escritor português Miguel Esteves Cardoso, transcrita, com a devida vénia, do jornal Público, do dia 19/11/2023. Texto escrito segundo a norma ortográfica de 1945.

Primeira nativa da Língua Gestual Portuguesa no Serviço Nacional de Saúde
Médica e surda

«Mariana Couto Bártolo é surda profunda e usa língua gestual no consultório sempre que é preciso.»

Para assinalar o Dia da Língua Gestual Portuguesa, que se celebra em 15 de novembro, transcreve-se, com a devida vénia, um trabalho da jornalista Margarida Leite Gonçalves sobre a primeira médica surda que, em Portugal, trabalha no Serviço Nacional de Saúde (SNS). Texto publicado na edição do Público na referida data, segundo a norma ortográfica de 1945.

A língua portuguesa<br> no arco-íris do tesouro linguístico mundial
No contexto duma futura ordem linguística mundial

O papel do Português como língua oficial e como língua veicular, no cotejo com as mais faladas do mundo e numa comparação  prospetiva de posicionamento como língua veicular internacional – é a reflexão neste texto do advogado luso-angolano e estudioso de interlinguística Miguel Faria de Bastos.