Diversidades - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Outros Diversidades Mirandês
Textos que versam sobre as variedades nacionais e regionais do português.
Imagem de destaque do artigo

No concelho de Miranda do Douro, são cerca de 300 os estudantes que frequentam a disciplina opcional de língua mirandesa – lecionada exclusivamente no Agrupamento de Escolas de Miranda do Douro desde 1986, quando o mirandês era ainda considerado um dialeto. Só em 1999 se oficializou o estatuto de segunda língua oficial em Portugal e a disciplina é atualmemte ministrada em todos os anos letivos.

[texto publicado no jornal digital "Notícias ao Minuto", de 19/12/2016]

Imagem de destaque do artigo

«O mirandês, o que é? Uma língua. Para que serve? Para comunicar? Claro. Para transportar cultura e história? Decerto. Mas, para quem a fala, o mirandês serve para outra coisa ainda: para ser. "Para dizer o mundo, eu tenho de usar palavras, e há coisas que eu só sei dizer em mirandês." Como falar do campo, dizia Amadeu Ferreira. Aos 64 anos, era o mais ativo defensor do mirandês. Morreu há duas semanas. Deixou a língua viva.»

Imagem de destaque do artigo

Poema em mirandês inserto no livro Cebadeiros (2000), que, com a devida vénia, se transcreve da biografia póstuma do autor [O Fio das Lembranças – Biografia de Amadeu Ferreira (Âncora Editora)], de Teresa Martins Marques, cujas notas de enquadramento que o acompanham ficam igualmente transcritas em baixo, com a respetiva tradução em português.

 

 

Muitas lhénguas ténen proua de ls sous pergaminos antigos, de la lhiteratura screbida hai cientos d"anhos i de scritores hai muito afamados, hoije bandeiras dessas lhénguas. Mas outras hai que nun puoden tener proua de nada desso, cumo ye l causo de la lhéngua mirandesa. Esta ten proua de las sues ouriges, ten proua de l pobo que, solo pula fala, la cunseguiu aguantar biba zde hai arrimado a mil anhos até agora, ten proua de la sue lhiteratura oural i, an giral, de la cultura a eilha lhiada. ...