A palavra verdade, vocábulos das eleições portuguesas e a 1.ª reunião do Conselho de Ortografia da Língua Portuguesa - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Início Aberturas Abertura
A palavra verdade, vocábulos das eleições portuguesas e a 1.ª reunião do Conselho de Ortografia da Língua Portuguesa
A palavra verdade, vocábulos das eleições portuguesas
e a 1.ª reunião do Conselho de Ortografia da Língua Portuguesa
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 166

1. Recorre-se à metáfora, quando se diz que esta ou aquela palavra foram "torcidas" ou "esvaziadas" de sentido para defesa de interesses obscuros, como é o caso de verdade, tantas vezes pronunciada – ou "seduzida" – em apoio de mitos e mentiras. Em O nosso idioma, Carla Marques, consultora permanente do Ciberdúvidas, deixa um apontamento em forma de diálogo, em que um dos interlocutores revela alguns dos paradoxos (e artifícios) da comunicação político-institucional. Na mesma rubrica, Sara Mourato comenta um neologismo – em português, praticamente por vir – que dá que fazer aos media de língua espanhola: trata-se do anglicismo pedophrasty, recorrente nas críticas dirigidas à jovem Greta Thunberg e aos seus apoiantes, no contexto dos protestos contra a crise climática. Que significa ao certo? Como adaptá-lo ao português?

Na imagem, programa de A Cadeira da Verdade, comédia de Ramada Curto (1886-1961), que foi levada à cena no Teatro da Trindade (Lisboa) em fevereiro de 1932. Fonte: MatrizNet.

2. Nesta atualização do consultório, mais perguntas: como empregar «tanto quanto» e «tão quão»? Querendo especificar palavras como tipo ou formato, diz-se «formatos de anúncio» ou «formatos de anúncios», ou seja, associa-se-lhes um nome no singular ou no plural? Se já existe calculador, calculante e calculista, qual a necessidade de outro adjetivo com significado semelhante, calculativo? Por último, retoma-se um problema de sintaxe: o da forma o que, cujo uso frásico tem uma análise dependente do modo como se vê a sua estrutura interna.

3. Realiza-se a 1.ª Reunião Ordinária do Conselho de Ortografia da Língua Portuguesa (COLP)  na Casa de Pernambuco, no Porto, nos dias 7 e 8 de outubro de 2019, com organização do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), em parceria com a Universidade do Porto. Do encontro, são anfitriões o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva; o reitor da Universidade do Porto, António Sousa Pereira; e o presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, Luís Faro Ramos. Após a sessão de abertura, terá lugar uma homenagem aos académicos Evanildo Bechara, da Academia Brasileira de Letras, e João Malaca Casteleiro, da Academia das Ciências de Lisboa, promovida pela equipa central do Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa (VOC), com apoio do IILP e da Universidade do Porto (pormenores na rubrica Notícias).

4. Em Portugal, a história e a atualidade justificam o registo de duas datas importantes:

– Comemora-se a 5 de outubro o aniversário da implantação da República, um acontecimento que teve ampla repercussão não só institucional mas também linguística, dado ter criado as condições para a grande Reforma Ortográfica de 1911, cujos princípios constituem a base dos acordos ortográficos posteriores.

– Em 6 de outubro, realiza-se em Portugal a eleição da Assembleia da República, da qual saírá também o novo governo constitucional português.  Vale a pena recordar a Abertura de 30 de setembro de 2015, nas vésperas das últimas eleições legislativas realizadas em Portugal, em 4 de outubro desse ano. Se a palavra que marcara a anterior legislatura (2011-2015) era troica, num contexto de crise económica e financeira, sem grande hesitação se dirá que foi geringonça o vocábulo que deu o tom à vida política portuguesa em finais de 2015. O seu uso intensificou-se, inicialmente como maneira depreciativa de referir o acordo político que viabilizou então a formação de governo. À volta da origem de geringonça, consultem-se os seguintes artigos e respostas: "475 anos de geringonça" ; "Geringonça, a palavra que deu a volta ao texto"; "O bom e o mau uso do léxico político no jornalismo"; "A Geringonça, mas a da 'Esopaida' de António José da Silva"; "A geringonça vocabular do ano". A propósito da linguagem política e do vocabulário das eleições, sugere-se ainda a leitura de:   "Características do discurso político"; "Metáforas do discurso político";"A língua em termos de eleições";  "Algumas figuras de estilo"; "Eleições e eleições" , "Cartazes eleitorais"; "'Haverão eleições', diz Costa. E diz mal"; "Política"; "Política II"; "Ética na política"; "A classe de palavras de político"; "Concordância: 'ela é um dos políticos'"; "Deputados à/da Assembleia"; "'Deputado a' e 'deputado 'a'"; "Botar + votar + deitar"; "O vocábulo arruada".

Fonte da imagem: Unsplash.

5. Falando ainda de atualidades, mas noutros quadrantes de atividade ou noutros âmbitos geográficos:

– O Brasil é notícia graças a iniciativas na promoção do português, como é o caso dos cursos de língua portuguesa promovidos em Camboriú, no estado de Santa Catarina, dirigido a mulheres provenientes do Haiti, com vista à sua integração.

– Estão abertas até 30/11/2019 as inscrições na 11.ª edição do Festival Itinerante do Cinema de Língua Portuguesa (FESTin), um acontecimento realizado anualmente, que visa difundir e desenvolver o cinema nos países de língua portuguesa.

6. Espaço ainda para um registo triste, o da morte de um dos mais velhos alfarrabistas de Portugal, o livreiro João Rodrigues Pires, que era o proprietário de O Mundo do Livro, uma livraria do Largo da Trindade, em Lisboa.

Fonte da imagem: Jay Clark em Unsplash.

7. O livro Comunicar com sucesso, de Sandra Tavares Duarte, e a obra do escritor António Lobo Antunes, abordada numa entrevista à professora Maria Alzira Seixo, são, na presente semana, os temas dos programas produzidos pela Associação Ciberdúvidas da Língua Portuguesa para a rádio pública portuguesa.

Língua de Todos, emitido na RDP África – na sexta-feira, dia 4 de outubro, às 13h20, com repetição no dia seguinte, sábado, dia 5 de outubro, depois do noticiário das 09h00 – e  Páginas de Portuguêsna Antena 2, no domingo, dia 6 de outubro, às 12h30, com repetição no sábado seguinte, dia 12 de outubro, às 15h30. Hora oficial de Portugal continental,  ficando ambos os programas disponíveis posteriormente, aqui e aqui.