O significado dos nomes de nacionalidade, o euroléxico, a PANgonça e a pronúncia da palavra Kosrae - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Aberturas Abertura
O significado dos nomes de nacionalidade, o euroléxico, a PANgonça e a pronúncia da palavra Kosrae
O significado dos nomes de nacionalidade, o euroléxico,
a PANgonça e a pronúncia da palavra Kosrae
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 159

1. Numa altura em que a referência aos vários países europeus é constante na comunicação social, não menos frequente é a utilização de termos que designam as nacionalidades. São estas as palavras que Carla Marques, consultora permanente do Ciberdúvidas, explora, procurando significados que vão muito além da significação de base equivalente a "ser habitante de..." e que denunciam perceções linguísticas associadas a uma visão particular de nacionalidades e etnias, num apontamento disponível na rubrica O Nosso Idioma

2. No rescaldo das eleições para o Parlamento Europeu, cujos resultados foram conhecidos a 26 de maio, Sara Mourato, colaboradora do Ciberdúvidas, apresenta, em jeito de glossário, uma listagem de termos mais frequentes neste contexto eleitoral, assinalando as formas corretas a nível ortográfico e da sua pluralização, bem como a nomenclatura institucional adequada. Um trabalho de síntese que se justifica dadas as hesitações que continuam a associar-se ao uso de muitas destas palavras no espaço público. Ainda a atualidade da eleição dos eurodeputados para o Parlamento Europeu leva Marco Neves, tradutor e professor universitário, a refletir sobre as 24 línguas oficiais da União Europeia, cuja listagem se pode recuperar a partir de uma análise das siglas presentes nas notas de euro (notas de 50, 100 e 200), num artigo disponível no blogue do autor, Certas Palavras

3. O efeito dos resultados das eleições europeias também se fez sentir em Portugal, sendo notórias as movimentações para reestruturar o mapa político. Alguns analistas anunciam já o desaparecimento da "geringonça", nome dado à coligação dos partidos de esquerda na atual legislatura, e adivinham a criação de uma "PANgonça", ou seja, uma possível aliança entre o partido socialista e o PAN (partidos das pessoas, dos animais e da natureza). O neologismo "PANgonça" é mais uma curiosa criação emanada da realidade política, que, neste caso, resulta da associação do acrónimo PAN a "gonça", elemento truncado de geringonça, com o qual se procura manter a ideia de aliança ocasional e estranha (termo utilizado num artigo do semanário Expresso). 

4.  No Consultório, vamos até Kosrae, uma ilha e um dos quatro estados da Micronésia, no Oceano Pacífico, para saber como se pronuncia esta palavra em português. Nesta nova atualização, encontramos também resposta a questões sobre a origem da palavra sebenta, sobre a função sintática do pronome numa frase como «Era-lhe fiel» e sobre a classificação do verbo dar na expressão «dar adeus à Libertadores». Ainda dúvidas sobre a correção da frase «Nós era que apresentaríamos o trabalho» e sobre o uso do superlativo absoluto sintético em formas do particípio passado.

5. Organização Mundial de Saúde incluiu na lista de doenças o burnout – termo inglês que tem como equivalente, em português, «esgotamento profissional».

6. Nas notícias relacionadas com a língua portuguesa e com os países lusófonos, destacamos uma feira, uma comemoração e um congresso: 

— A 89.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, com início no presente dia 29/05, prolongando-se até dia 16 de junho, no Parque Eduardo VII;

Um acontecimento como uma feira do livro convida a reler alguns textos do Ciberdúvidas relacionados com o tema («Os livros digitais» e «No tempo do livro») e a recordar algumas respostas relacionadas com livros («O mesmo livro», «O aumentativo de livro», «"Publicação de livro" vs. "lançamento de livro"», «A preposição de na oração "O livro é de José"» e «Livro de horas»). 

— A conferência científica internacional que assinala 100 anos da validação da Teoria da Relatividade Geral de Einstein, com as observações de um eclipse total do Sol no Brasil e na ilha do Príncipe, que era à época uma colónia portuguesa;

Esta efeméride justifica que recordemos aqui algumas respostas relacionadas com os temas que convoca: «Metateoria e teoria», «Espaço e período (de tempo)», «Os naturais da ilha do Príncipe (São Tomé e Príncipe)», «Português de São Tomé» e o programa de rádio alusivo ao ensino da língua portuguesa em São Tomé e Príncipe (Língua de Todos).

— O congresso internacional “Macau e a Língua Portuguesa: novas pontes a Oriente” (MacLP2019), que terá lugar nos dias 27, 28 e 29 de novembro de 2019, sob organização do Instituto Politécnico de Macau e do Instituto Português do Oriente, e  que se centrará na reflexão e na partilha de investigação inovadora e de qualidade sobre a língua portuguesa nos domínios da Linguística, da Literatura e Cultura, da Pedagogia e Didática, bem como da tradução e Interpretação.

 7.  Temas dos programas produzidos pelo Ciberdúvidas para a rádio pública portuguesa da presente semana:

— No Língua de Todos – transmitido na sexta-feira, 1 de junho, na RDP África, depois do noticiário das 13h00*; com repetição no dia seguinte, pelas 9h15* –  passa uma entrevista com a diretora da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), em Portugal, Ana Paula Laborinho. Em foco o projeto de mobilidade académica Paulo Freire-PALOP (que, tal como o programa europeu Erasmus, vai  permitir a circulação de estudantes entre instituições de ensino superior dos PALOP e portuguesas);

— No Páginas de Português  – emitido na Antena 2no domingo, 2 de junho às 12h30*, com repetição no sábado seguinte, dia 8 de junho, às 15h3* – o embaixador de Portugal no Brasil, Jorge Cabral, conta  como está a ser feita a digitalização dos acervos das bibliotecas dos Grémios Literários de Belém do Pará, do Recife e de Salvador da Bahia.

  * Os programas Língua de Todos e Páginas de Português ficam disponíveis, posteriormente, aqui e aqui.