Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Português na 1.ª pessoa Pelourinho Artigo
Anglicismos da moda

Vi há umas semanas na TVI uma reportagem do mundo da moda e impressionou-me a avassaladora quantidade de anglicismos que a linguagem das intervenientes, inclusive da jornalista, incorpora. Em sete minutos de reportagem e menos de prosa contei 18! Pode-se mesmo dizer que a frequência dos anglicismos é nalguns momentos quase frase sim, frase não, e nalguns casos chega mesmo a bisar na mesma frase...

Não creio que tal seja uma escolha intencional, é sobretudo resultado dos contactos internacionais e de uma intensa exposição às leituras de páginas da Internet, revistas e materiais em língua inglesa. A contaminação acaba, assim, por acontecer com alguma naturalidade. Mas do que não há dúvida é que, sobretudo com esta profusão, o seu uso desfeia a língua, que fica um pastiche compósito, descaracterizado e sem identidade.

É sempre preferível, quando necessário, recorrer à importação, procedendo ao seu afeiçoamento à língua portuguesa – e sabemos que são necessárias importações nalguns domínios, como o da tecnologia, por exemplo. Neste caso, porém, nem sequer há essa necessidade, pois para todos eles era possível encontrar um satisfatório equivalente linguístico em vernáculo. Aqui fica o elenco dos mesmos e uma proposta de tradução que procurou ser coloquial, despretensiosa, tão económica quanto os termos originais em inglês, e sobretudo demonstrar que é possível…

 «com um look mais natural»  «com um visual mais natural»
 «uns looks mais masculinos»  «uns visuais mais masculinos»
«bíblia da moda, beleza e lifestyle»   «bíblia da moda, beleza e estilo de vida»
 «aos 25 anos resolveu mudar de look»   «aos 25 anos resolveu mudar de visual»
 «pedir roupa aos showrooms internacionais»  «pedir roupa aos salões internacionais»
 «escolho a partir destes lookbooks»  «escolho a partir destes portefólios»
 «organizo os looks para a produção»   «organizo os visuais para a produção»
 «ele [o fotógrafo] já trabalhou com stars internacionais»  «ele [o fotógrafo] já trabalhou com modelos de renome internacional»
 «o look é masculino»   «o visual é masculino»
 «somos tipo, assim, uma amiga cool e fashion, que dá bons conselhos, mas não somos fashion victims»   «somos tipo, assim, uma amiga atraente e com estilo, que dá bons conselhos, mas não somos vítimas da moda»
 «em termos de makeup também está superatual; tem tudo a ver com as tendências do makeup»   «em termos de maquilhagem também está superatual; tem tudo a ver com as tendências da maquilhagem»
 «completa os looks da Sara»   «completa os visuais da Sara»
 «fiéis ao nosso DNA»   «fiéis ao nosso ADN»
 «leva para casa uma revista com um look renovado»   «leva para casa uma revista com um visual renovado»

 

N. B. - Sobre estrangeirismos e empréstimos, consultar, além dos Textos Relacionados, as Aberturas e outros artigos em arquivo.

Sobre o autor

Paulo J. S. Barata é consultor do Ciberdúvidas. Licenciado em História, mestre em Estudos Portugueses Interdisciplinares; curso de especialização em Ciências Documentais (opção Biblioteca e Documentação) e curso de especialização em Ciências Documentais (opção Arquivo).