Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Ainda o uso do infinitivo impessoal e pessoal

Quais as alternativas corretas (1/2) e (3/4)?

1) Os policiais afirmaram terem escutado tiros na favela; 2) Os policiais afirmaram ter escutado tiros na favela; 3) Os réus afirmaram terem-se mudado para outra cidade; 4) Os réus afirmaram ter-se mudado para outra cidade.

Valter da Silva Pinto Oficial de Justiça Mogi das Cruzes, Brasil 627

A resposta a essa questão já foi dada  aqui, aqui e aqui.

A regra é simples:

1. Emprega-se o infinitivo pessoal ou flexionado em geral numa frase em que há duas ações e o sujeito dos dois verbos em presença é diferente. Exemplo: «A professora pediu aos alunos para estudarem a matéria».

2. Pelo contrário, emprega-se o infinitivo impessoal ou não flexionado  numa frase em que há duas ações e o sujeito dos dois verbos em presença é o mesmo.

Portanto, as segunda e quarta hipóteses de frases da consulente estão corretas:

«Os policiais afirmaram ter escutado tiros na favela» 

«Os réus afirmaram ter-se mudado para outra cidade». 

Maria Eugénia Alves
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: verbo