O uso de fazer como verbo causativo - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
O uso de fazer como verbo causativo

Na frase «A Internet é, a meu ver, uma fada que, com um clique, nos faz girar pelo vasto mundo», no caso de «faz girar», o verbo fazer é verbo principal ou auxiliar com valor modal?

Obrigado!

José Manuel Lima Antunes Professor Viseu, Portugal 148

A frase apresentada inclui três orações:

(1) «A Internet é, a meu ver, uma fada»

(2) «que, com um clic, nos faz»

(3) «girar pelo vasto mundo»

As orações «que, com um clique, nos faz girar pelo vasto mundo» incluem o verbo fazer, um verbo causativo1 que pode ser construído com uma oração subordinada completiva de infinitivo, que denota a situação causada. Por essa razão, na frase em análise, fazer é um verbo principal transitivo direto e girar um verbo principal intransitivo, funcionando, cada um, no interior da sua oração.

A frase apresentada tem ainda a particularidade de ser um exemplo de construção de elevação de sujeito para objeto, que corresponde a uma construção em que «o sujeito ou o complemento direto da oração subordinante corresponde, do ponto de vista semântico, ao sujeito da oração subordinada»2. Assim sendo, o pronome nos é o sujeito semântico do verbo girar (equivalente a «nós giramos pelo mundo») e complemento direto do verbo fazer.

Disponha sempre!

 

1. A noção de verbo causativo corresponde à de um verbo que exprime a ideia de que o sujeito da oração causa a ocorrência da ação ou processo.

2. Cf. Barbosa e Raposo in Raposo et al., Gramática do Português. Fundação Calouste Gulbenkian, p. 1949.

Carla Marques
Tema: Classes de palavras Classe de Palavras: verbo
Áreas Linguísticas: Sintaxe Campos Linguísticos: Orações