Concordância total e parcial ou atractiva - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Concordância total e parcial ou atractiva

Agradeço desde já pela possibilidade de esclarecer minhas dúvidas.

Como fica a concordância nominal em relação ao gênero quando um sujeito é composto de diversos nomes femininos e apenas um único masculino? Por exemplo, 22 nomes de mulheres e apenas um de homem, como a frase a seguir:
"Andréia, Bete, Carla, Daniela, Edson, Fabiana, ..., Xeila e Zuleide são uns felizardos" ou "Andréia, Bete, Carla, Daniela, Edson, Fabiana, ..., Xeila e Zuleide são umas felizardas"?

Ainda, "Os felizardos Andréia, Bete, Carla, Daniela, Edson, Fabiana, ..., Xeila e Zuleide " ou "As felizardas Andréia, Bete, Carla, Daniela, Edson, ..., Xeila e Zuleide"?

Quando se usa a concordância lógica e quando se usa a atrativa? É possível neste caso usar a concordância ideológica e conjugar no feminino a fim de ser politicamente correto com a maioria de mulheres no sujeito composto? E por fim, peço uma sugestão, a partir de quantas mulheres e apenas um homem, um grupo assim é "feminino"?

Obrigado.

Thomas M. Simons Brasil 12K

A sua questão, prezado consulente, coloca problemas de grande relevância.

Começando pela parte terminológica, Bechara na Moderna Gramática Portuguesa fala de concordância total e parcial ou atractiva, caracterizando-se esta última pelo facto de concordar não com o total de nomes, ou palavras determinadas, mas apenas com o mais próximo. Fala ainda da concordância ‘ad sensum’, ou seja, pelo sentido, dando o seguinte exemplo retirado de Alexandre Herculano:
«A plebe vociferava as mais afrontosas injúrias contra D. Leonor; e se chegassem a entrar no paço, ela sem dúvida seria feita em pedaços pelo tropel furioso», p. 544.

É esta concordância com o sentido, como se verifica no plural chegassem, cujo sujeito é plebe – destacando a pluralidade da palavra – que costuma ser designada por concordância lógica, ou silepse.

Em síntese, e deixando de parte a concordância lógica, quando um adjectivo qualifica vários nomes, pode ocorrer uma concordância global ou parcial.

Será global se concordar com a totalidade dos nomes e, nesse caso, em relação ao número, sendo mais de um nome, o adjectivo irá para o plural, e em relação ao género – a menos que todos os nomes sejam femininos – irá para o masculino.

Será parcial ou atractiva se concordar com o nome mais próximo, assumindo tanto o número como o género desse nome.

Note-se que alguns autores admitem que a concordância atractiva possa ocorrer apenas quanto ao género ou quanto ao número, podendo acontecer na mesma frase concordância parcial quanto a um aspecto, e global quanto a outro.

Quanto à situação concreta que coloca de haver, por mero exercício de retórica, uma expressão nominal composta por 23 nomes caracterizados por um adjectivo, se quiser fazer uma concordância global, a partir do momento em que haja um nome masculino o adjectivo deverá assumir o género masculino. Se quiser fazer uma concordância por atracção, terá de colocar o adjectivo no singular – dado que, sendo nomes próprios, cada um deles será singular – e no género que tiver o nome que ficar mais próximo do adjectivo. Se, todavia, quiser optar por uma concordância global em número e atractiva ou parcial em género, saiba que tem autores, como por exemplo Napoleão Mendes de Almeida na sua Gramática Metódica da Língua Portuguesa, p. 457, que referem essa possibilidade.

Gostaria ainda de referir que os estudiosos da matéria apontam para uma cada vez menor flexibilidade no que se refere às possibilidades – que continuam a ser muitas – de concordância, verificando-se uma tendência para, mesmo quando a norma prevê mais do que uma solução, utilizar preferencialmente determinada estrutura. E a que parece merecer maior consenso por parte dos falantes é a concordância global.

Relativamente à sua última pergunta, brincando um pouco, poderei apenas dizer-lhe que o total de 200 mulheres + 1 homem será igual a 201 mulheres no mesmo dia em que 200 gatos + 1 cão constituírem um total de 201 gatos.

Edite Prada
Tema: Uso e norma