Concordância siléptica - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Concordância siléptica

Faz-se a concordância siléptica ou a gramatical nas orações abaixo?

"Esta pessoa (do sexo masculino) é torturador confesso (ou torturadora confessa)"?

"Este indivíduo (do sexo feminino) é empresário (ou empresária)?

Obrigado.

Fernando Bueno Brasil 7K

Nas frases apresentadas, a concordância do nome predicativo do sujeito faz-se não com o sujeito mas com aquilo que temos em mente que o sujeito é. É a chamada concordância siléptica ou concordância ideológica. Siléptico provém do grego «sylleptikós», que diz respeito à silepse. E silepse provém do latim «syllepse(m)» e este do grego «sýllepsis», acção de compreender; apreensão; concepção. Isto é, na concordância siléptica, fazemos a concordância não com determinada palavra, mas com o que dessa palavra compreendemos ou apreendemos. É o que se dá com as frases apresentadas, que, correctamente, se escrevem assim:

Esta pessoa é torturador confesso.

Este indivíduo é empresária.

José Neves Henriques