A concordância numa frase imperativa - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A concordância numa frase imperativa

Diz-se «cada um de vós fazei uma pirueta» ou «cada um de vós faça uma pirueta»?

Obrigada!

Alexandra Castro Arquiteta paisagista Seixal, Portugal 42

Independentemente da escolha da forma de tratamento – vós ou vocês  a concordância do verbo é desencadeada por «cada um», na terceira pessoa do singular, no caso faça. O verbo concorda, portanto, com o núcleo do constituinte com a função de sujeito («cada um de vós» ou «cada um de vocês»), pelo que a frase correta será «cada um de vós faça uma pirueta.» 

Importa referir que estamos perante uma frase imperativa, o que nos pode levar a crer que, por isso mesmo, devíamos ter o verbo nas segundas pessoas do singular e plural, que é a forma mais corrente do imperativo (faz/fazei). Acontece, porém, que no caso temos de ter o verbo a concordar com «cada um», o que implica que o verbo esteja na terceira pessoa do singular1. Além disso, recorre-se ao presente do conjuntivo que supre as formas que faltam ao imperativo (eu/ele/ela/você faça, nós façamos, eles/elas façam).  

1 A locução «cada um» é usada para se referir a todos os elementos ou indivíduos de um conjunto ou grupo determinado, considerando-os individual e separadamente em relação aos outros, e por isso, a forma verbal que se lhe associa é a terceira pessoa do singular. 

Sara Mourato
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: verbo