Programas anglicistas, palavras de Graça Moura, um "erro" de Júlio Dinis e conclusões da 1.ª reunião do COLP - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Início Aberturas Abertura
Programas anglicistas, palavras de Graça Moura, um "erro" de Júlio Dinis e conclusões da 1.ª reunião do COLP
Programas anglicistas, palavras de Graça Moura,
um "erro" de Júlio Dinis e conclusões da 1.ª reunião do COLP
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 156

1. Em Portugal, sente-se a sedução dos anglicismos até nas expressões mais afetivas. Na televisão, dê-se o exemplo de um programa de cozinha do canal 24Kitchen – em inglês, como não podia deixar de ser –, intitulado A Sentada, cujas competentes demonstrações de arte culinária são sublinhadas pelo enunciado «yummy and delicious» («apetitoso e delicioso»), um lema simpático que faz a diferença... à inglesa. Mas este gosto anglicista vai mais longe e chega mesmo à declaração de amor à pátria, como revela Sara Mourato na rubrica Pelourinho, com um comentário ao título do concurso I ♥ Portugal, ou seja, I love Portugal. Porque não Adoro Portugal, em vernáculo, como é costume nas versões deste programa produzidas noutros países europeus?

2. Cultor da língua portuguesa e profundo conhecedor da tradição literária europeia, o escritor, poeta e tradutor português Vasco Graça Moura (1942-2014) publicou em 2001 o livro Testamento de VGM  (reeditado pela Quetzal Editores em 2019). Desta coleção, a Antologia seleciona um poema, alusivo ao árduo manejo das palavras.

3. Os bons escritores podem dormitar e cometer erros, como qualquer outra pessoa. A propósito desta possibilidade, o consultório retoma uma frase de Júlio Dinis (1839-1871)  cuja correção continua a suscitar reservas. A presente atualização traz também questões sobre terminologia gramatical,análise sintática, classes de palavrasderivação e onomástica.

4. Terminou a 1.ª Reunião Ordinária do Conselho de Ortografia da Língua Portuguesa (COLP), que o Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP) e a Universidade do Porto organizaram na referida cidade nos dias 7 e 8 de outubro p.p. No documento final, assinado por especialistas da Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal e Timor-Leste, reconhece-se a importância do Vocabulário Comum da Língua Portuguesa (VOC) e definem-se os seguintes eixos de atuação: o aprofundamento da sistematização das regras ortográficas do português; a ampliação do corpo de conhecimentos sobre a ortografia e estabelecem-se «três eixos de atuação» para a promoção e coesão da língua entre os diferentes Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP); e a criação de corpora' (conjunto de textos escritos e registos orais) de «dimensões comparadas e com equilíbrio semelhante» para as variedades do português dos Estados-membros da CPLP. Durante a reunião foi eleita a comissão de coordenação deste novo órgão do IILP, atribuindo-se temporariamente a direção ao filólogo e gramático brasileiro Evanildo Bechara, com Inês Machungo (Moçambique) e José Pedro Ferreira (Portugal). À comissão cabe, para já, a tarefa de supervisionar o regulamento do COLP, para redação do qual foi criada uma comissão coordenada pelo linguista angolano Silvestre Estrela (fonte: notícia da agência  Lusa conforme publicação no País ao Minuto). No primeiro dia da reunião, foi prestada uma homenagem a Evanildo Bechara e ao filólogo e dicionarista português João Malaca Casteleiro (ver aqui o discurso alusivo, proferido pela presidente do Conselho Científico do IILP, a professora universitária e linguista Margarita Correia).

5. A 1.ª Reunião Ordinária do COLP é igualmente o tema central desta semana nos programas Língua de Todos e Páginas de Português, que a Associação Ciberdúvidas da Língua Portuguesa produz para a rádio pública portuguesa. Foram ouvidos vários participantes, entre eles, a linguista angolana Ana Paula Henriques, o investigador português José Pedro Ferreira, que integra a comissão portuguesa junto do Conselho da Comissão Científica do IILP, bem como o presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, Luís Faro Ramos. 

O programa Língua de Todos é transmitido pela RDP África na sexta-feira, 11 de outubro, às 13h20* (com repetição no sábado, dia 12 de outubro, depois do noticiário das 9h00*). O Páginas de Português tem emissão na Antena 2 no domingo, 13 de outubro, às 12h30* (com repetição no sábado seguinte, 19 de outubro, às 15h30).

*Hora oficial de Portugal continental, ficando depois os programas Língua de Todos e Páginas de Português, disponíveis, aqui e aqui, respetivamente.