Glossário de erros mais frequentes [ Letra: A ]

...e não "o personagem". Cf. Personagem: masculino ou feminino?

...e não "àcerca".

Dif. de espólio (que se refere aos bens pós-morte).

...e não "açoreano". Cf. GENTÍLICOS. [Outras palavras com o i normalmente trocado pelo e: ameixial, artífice, cabo-verdiano, camoniano, definido, lampião, oficina, suficiente.]
Dif. de adesão.
ADN
...de ácido desoxirribonucleico, e não DNA (que é à inglesa).

Prefixo que nunca se emprega com hífen [aeroporto, aeroplano, aerotransportado]. Cf. HÍFEN.

Dif. de a fim.
... e não "alcoolémia", tal como dizemos LEUCEMIA e não "leucémia".

Prefixos acentuados, sujeitos sempre ao emprego do hífen. [além-fronteiras, aquém-Pirenéus]. Cf. HÍFEN.

...e não "antepôr". Cf. COMPOR.
Sem acento. Dif. de à parte.

Quando significa «recorrer», usa-se com para ou a: «Apelou para Deus»; «Apelaram à compreensão de todos». Também ocorre com as preposições de (apelar de = «recorrer para instância superior») e por (apelar por = «clamar por»).

Foram as formas usadas em Portugal durante a vigência do Acordo Ortográfico de 1945. Com a ado{#p|}ção do Acordo Ortográfico de 1990, deverá escrever-se Ártico e Antártico.

...e não "algerino", nem "algeriano".
...e não "acessor"; dif. de acesso.
Prefixo sujeito ao emprego do hífen, quando o segundo elemento possui vida própria e começa por vogal, h, r ou s. Cf. HÍFEN. [auto-estrada, auto-hemoterapia, auto-retrato, auto-sugestão - mas: autonomeado, autocrítica].
O mesmo que zagaia.
E não Azeri (embora o Dicionário Houaiss já ateste o barbarismo, preferindo azerbaidjano). Cf. GENTÍLICOS.