«Tal como» e «tais como» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
«Tal como» e «tais como»

Certa vez andei a traduzir páginas de ajuda dum navegador da Web, e recentemente a página que tinha traduzido foi revista, e uma das alterações foi a seguinte:

«Os cookies são armazenados no seu computador por websites que visita e contêm informação tal como as preferências do site ou o estado de início de sessão.»

[Esta frase foi] [a]lterada para:

«Os cookies são guardados no seu computador pelos websites que visita e contêm informação, tais como as preferências do site ou o estado da sessão.»

Reconheço perfeitamente que «estado de início de sessão» foi bem corrigido para «estado da sessão» e também que «pelos websites» soa melhor do que «por websites».

No entanto, a minha dúvida (na verdade mais uma, mas menor) é a seguinte: a expressão «tal como» foi corrigida para «tais como» e antecedida de vírgula. Ora, a minha intuição linguística diz-me que deve ser «tal como» (no singular), pois «tal» deve concordar com «informação», e não com «preferências». Qual é a concordância que está correcta?

Além disso, a vírgula antes é necessária ou dispensável? Altera o sentido como na diferença entre orações relativas restritivas e explicativas?

Desde já vos agradeço a atenção e a resposta.

Rafael Silva Desempregado Gaia, Portugal 42

O constituinte introduzido por tal como tem um estatuto de independência superior ao que existe, por exemplo, entre orações/termos coordenados. Alguns autores consideram que se trata de uma relação de suplementação que corresponde à situação em que «uma oração acrescenta algum tipo de informação sobre outra oração independente ou sobre outra expressão nominal» (Raposo et. al., Gramática do Português, pp. 1719 e ss.). Neste caso particular, o constituinte introduzido por tal como introduz uma exemplificação da situação descrita anteriormente.

Em termos sintáticos, os suplementos relacionam-se como uma oração ou expressão anterior na frase. No caso em apreço, tal como relaciona-se com o antecedente informação, devendo, portanto estabelecer com ele uma relação de concordância. Assim, sendo o antecedente um nome feminino singular, o pronome tal deve concordar com ele, dentro das suas possibilidades de flexão (apenas em número):

(1) «contêm informação, tal como as preferências do site ou o estado da sessão»

 O nome informação aparece aqui com um valor genérico que engloba o significado de «um conjunto alargado de dados». Não obstante, a afirmação apresentada poderia ficar mais clara se à expressão se acrescentasse, por exemplo, o adjetivo diversificada:

(2) «contêm informação diversificada, tal como as preferências do site ou o estado da sessão»

 ou se se optasse pelo plural do nome informação, situação em que a locução tal como passaria a tais como:

(3) «contêm informações, tais como as preferências do site ou o estado da sessão»

O uso da vírgula é de regra em construções desta natureza, pois esta marca a autonomia prosódica e sintática do constituinte em relação ao antecedente (trata-se de uma relação similar à existente entre um elemento apositivo e o seu antecedente). Diga-se, ainda, que constituintes desta natureza podem também ser assinalados por parênteses ou por travessões.

Carla Marques
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: locução
Áreas Linguísticas: Ortografia/Pontuação; Semântica; Sintaxe Campos Linguísticos: Pontuação; Concordância