Início Atualidades Montra de Livros
Novidades editoriais (dicionários, gramáticas, publicações científicas, etc.).
Por Sandra Duarte Tavares e Sara de Almeida Leite

Dois anos depois de um primeiro livro  com a mesma temática, mais 270 «pares difíceis» neste novo livro das professoras  Sandra Duarte Tavares e Sara de Almeida sobre as palavras parónimas mais suscetíveis de confusão ao falante menos informado no léxico do português.Por exemplo: qual a diferença de significado entre as palavras conceção e concessão? E em que contextos devemos usar os verbos avaliar e avalizar, ou os adjetivos lesado e lesionado? Com a chancela da Editorial Planeta, Lisboa. 

Por Maria Helena Marques e Maria Regina Rocha

As regras, «muito fáceis de aprender», da «arte de bem escrever» – logo, sem erros –, neste livro das professoras Maria Helena Marques e Maria Regina Rochadirigido especialmente a alunos do ensino básico e secundário. Tal como as anteriores publicações das mesmas autoras, editadas também pela Porto Editora.

Por João Paulo Pereira

Concebido «para servir como material de apoio a docentes em contexto de sala de aula, mas também para utilizadores autodidatas», Dar à Língua é o primeiro manual de Português para estrangeiros do nível de aprendizagem publicado em Macau. Tem a autoria de João Paulo Pereira, professor no Instituto Português do Oriente (IPOR), e a  coordenação científica da linguista Liliana Inverno.

 

 

 

Por Elsa Fernandes

101 Erros de Português que Acabam com a sua Credibilidade, editada pela Verso da Kapa, tem a autoria da jornalista e especialista em escrita no meio digital, Elsa Fernandes. Dirigido, particularmente, a quantos, por razões profissionais, não os devem mesmo cometer...

Por Gary Provost

Cem maneiras de melhorar a escrita – da autoria de Gary Provost (1944-1995), com edição da Guerra & Paz e tradução de Marco Neves –, anota Sandra Duarte Tavares nesta recensão, «é o tipo de livro obrigatório para se ter na secretária de trabalho, sempre à mão, pronto a socorrer-nos sempre que desejarmos escrever um artigo científico, um anúncio ou tão simplesmente uma carta de amor.»

Volume I (1968-1989)
Por Fernando Cristóvão

Neste primeiro volume das suas memórias «pelos vastos e diversificados territórios da língua portuguesa» (1968-1990), Fernando Cristóvão reuniu as suas impressões recolhidas ao longo dos 21 anos da sua presidência no então ICALP (Instituto de Cultura e Lingua Portuguesa).

Por António Correia de Pinho

«Obra de referência não só por ser a primeira do género, mas também e, sobretudo, porque reúne e fixa (em português, por ordem alfabética) os termos correntemente utilizados na indústria petrolífera, nas áreas de exploração, desenvolvimento e produção.» Daí a sua relevância, 30 anos passados da sua publicação.

[in AngolaPress]

Por Teresa Simão

«Ir a alacar» (=«ficar para trás»), «sair tudo de rapa terrão» (= «à pressa, sem concentração») ou «ir p'ra vea d'água» (= «ser tudo mentira») são três das muitas expressões e palavras reunidas por Teresa Simão, linguista e investigadora da Universidade de Évora, neste novo contributo para os estudos de Dialetologia em Portugal.

Por Sara de Almeida Leite

«No dia a dia, na escola, no trabalho ou na vida familiar são vários os textos que temos de redigir: um pequeno recado, uma redação, uma ficha de leitura, um resumo da matéria, a ata da escola ou da reunião de condomínio, uma carta formal de apresentação e um curriculum vitae, um relatório para apresentar no trabalho, um requerimento formal ou simplesmente porque nos queremos aventurar na escrita e elaborar um poema ou um conto. (...)»

Por Marco Neves

Com edição de Guerra e Paz, trata-se do mais recente livro do professor universitário, tradutor e revisor Marco Neves, agora num registo ficcional inovador no contexto da divulgação e debate de temas da língua portuguesa.