Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Porque, por que e porquê

Em que circunstâncias se escreve porque ou por que?

António José Teixeira Jornalista do "DN" Lisboa, Portugal 122K

1 – Escreve-se porque

a) Quando é conjunção causal: «Não saio, porque está a chover.»

b) Quando é conjunção final. Neste caso é igual a para que, a fim de que, para: «Manda dous mais sagazes, ensaiados/ Porque notem dos mouros enganosos/ A cidade e poder, e porque vejam/ Os Cristãos, que só tanto ver desejam» (Os Lusíadas, II, 7).

c) Quando é advérbio interrogativo: «Porque não vens comigo?» «Porque faz ele isto?»

Nestas orações interrogativas directas, é um advérbio, porque está ligado a um verbo.

Também é advérbio interrogativo nas orações interrogativas indirectas: «Diz-me lá porque faltaste à aula.» «O pai perguntou-lhe porque não veio.»

A palavra porque também é advérbio interrogativo depois do advérbio eis em frases do tipo destas: «Eis porque havemos de ser tolerantes.» «Eis porque não concordo contigo.»

O porque também é advérbio interrogativo em títulos de livros, como por exemplo: Porque Viemos. Porque Sou Cristão.

2 – Escreve-se por que:

a) Quando por é preposição e que é pronome relativo (isto é, por que = pelo qual, pela qual, pelos quais, pelas quais). Exemplos: «Este é o dinheiro por que (pelo qual) vendo a casa.» «A ideia por que (pela qual) luto é a melhor.» «Os 100 contos, por que (pelos quais) vendi o carro, dá-los-ei aos pobres.» «Estão à vista as causas por que (pelas quais) ainda te conservas na minha casa.»

b) Quando por é preposição e o que é pronome interrogativo adjunto: (chama-se adjunto por vir junto dum substantivo, ligado ele pelo sentido). Exemplos: «Por que (= por qual) razão/motivo/causa/pretexto, etc., não vieste ontem?» «Por que (= por quais) livros aprendeste?»

c) Quando por é preposição e que é pronome interrogativo:«Por que esperas? (= por que coisa esperas?)». «Que coisa esperas?»

3- Porquê

Escreve-se porquê, quando é advérbio interrogativo ou é substantivo:

a) Advérbio interrogativo:

- Andas triste, porquê?

- Porquê toda essa azáfama?

b) Substantivo. É-o, quando significa causa, motivo, razão, como na frase seguinte:

- Precisamos de investigar o porquê dos acontecimentos.

José Neves Henriques
Áreas Linguísticas: Gramática; Ortografia/Pontuação