Como marcar os resultados desportivos: com hífen ou com meia-risca? - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Como marcar os resultados desportivos:
com hífen ou com meia-risca?

O resultado de um jogo de futebol, por exemplo, deve ser marcado com hífen ou com meia-risca? Exemplo: dois a um deverá ser 2–1 (meia-risca) ou 2-1 (hífen)?

Obrigada.

Teresa Antunes Revisora Lisboa, Portugal 3K

Como poderá ver nas respostas anteriores, já temos este esclarecimento: Lisboa-Porto com hífen e sem espaços.

Depois dela, o Acordo Ortográfico vem dizer, na sua Base XV, ponto 7:

«Emprega-se o hífen para ligar duas ou mais palavras que ocasionalmente se combinam, formando, não propriamente vocábulos, mas encadeamentos vocabulares (tipo: a divisa Liberdade-Igualdade-Fraternidade, a ponte Rio-Niterói, o percurso Lisboa-Coimbra-Porto, a ligação Angola-Moçambique e bem assim nas combinações históricas ou ocasionais de topónimos/topônimos (tipo: Áustria-Hungria, Alsácia-Lorena, Angola-Brasil, Tóquio-Rio de Janeiro, etc.).»

Fica claro que a marcação do resultado de um jogo de futebol cai neste âmbito.

No que toca ao tamanho do sinal, tratando-se de matéria de clara opção de estilo, ela deverá ser regulada por isso nesse âmbito específico. É por isso que os jornais e publicações afins têm, ou devem ter, os seus livros de estilo, clarificadores de uma dessas opções gráficas: ou pelo hífen – como prevalece na imprensa portuguesa – ou pela chamada meia-risca (denominada também como «traço de ligação», meio-traço ou «traço médio») –, como se prefere noutros registos, como neste aqui.

(Nada que ver, atenção, com o travessão – que não é uso empregar-se nestas situações. E tenha-se ainda em conta, também, como proceder no teclado do computador para se grafar corretamente qualquer um destes três sinais gráficos: o hífen [-], a meia-risca [] e o travessão [1)

1 

• Atalhos do teclado num PC usando Windows:

- Hífen: tecla normal do hífen

– Meia-risca: Alt + 0150

— Travessão: Alt + 0151

• Atalhos num teclado de um Macintosh:

– Meia-risca: Alt + hífen

— Travessão: Alt + Shift + hífen

• Atalhos num teclado com suporte a Composição (GNU/Linux):

- Hífen: tecla normal do hífen

– Meia-risca: Compose, hífen, hífen, ponto

— Travessão: Compose, hífen, hífen, hífen

Nota: a tecla de composição costuma ser a que tem um logótipo (Winkey), ao lado da AltGr. As teclas são pressionadas em sequência.

• Para computadores usando Word, uma maneira mais fácil de reproduzir estes sinais é:

- Hífen: tecla normal do hífen

– Meia-risca: Ctrl + Num-

— Travessão: AltGr + Num- (ou Alt + Ctrl + Num-)

Nota: Num- é a tecla de "menos" no teclado numérico na parte direita do teclado. AltGr é o Alt à direita da barra de espaço.

José Mário Costa/Rui Gouveia
Tema: Uso e norma