A pronúncia de sport em Sport Lisboa e Benfica - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
A pronúncia de sport em Sport Lisboa e Benfica

Porque é que quando estamos a traduzir desporto para inglês, pronunciamos o t em sport, mas quando falamos em Sport Lisboa Benfica ou no modo sport de um carro o t é silencioso?

Pedro Galhardo Estudante Lisboa, Portugal 42

Sem acesso a fontes que expliquem esse contraste, o mais que se pode aqui dizer é sugerir que, à época em que o Benfica foi fundado – em 1904 –, a influência francesa era muito grande, maior do que a da língua inglesa, hoje dominante.

Tendo em conta que sport também existe em francês, mas pronunciado sem t – a palavra francesa soa "sporr" –, é plausível que a maioria da população tenha seguido esse modelo de pronúncia (recorde-se que há muita gente que diz erradamente "garré", em vez de Garrett). O mesmo terá acontecido a sport, que já se usou como adjetivo, denotando alguma afetação e sem qualquer aportuguesamento (atualmente diz-se geralmente desportivo):

(1) «Muito correcto, um ar sport. Que gente é?» (Eça de Queirós, Os Maias, in Corpus do Português)

Refira-se, entretanto, que sport era forma usada já bem adiantado o século XX, como se comprova pelo comentário que lhe dedicou Vasco Botelho de Amaral (1912-1980), em Grande Dicionário de Subtilezas e Dificuldades do Idioma Português (1958; antém-se a ortografia original):

«Sport, anglicismo vulgaríssimo em bocas e penas de Portugueses. Emende-se: desporto, desporte. E não se esqueçam as palavras; recreio, divertimento, passa-tempo, etc. Há o arcaísmo deporte. Os Espanhóis também usam deporte. Um ou outro dicionário e o Vocabulário da Academia [1940] registam a forma esporte, perfeitamente inútil por artificial.»

Botelho de Amaral não deixa indicação sobre como proferiam exatamente as «bocas» portuguesas o anglicismo; e também não calculava que esporte era a forma que já imperava no português do Brasil, com atestações datáveis, pelo menos, de princípios do século XX:

(2) «o esporte ruidoso e álacre dos americanos em Cuba [...] (Euclides da Cunha, Contrastes e Confrontos, 1907, in Corpus do Português)

De qualquer modo, iimporta sublinhar que o anglicismo sport, tem um t bem audível, que hoje muitos falantes de Portugal provavelmente também pronunciarão, dado o maior contacto com o inglês. Convém igualmente recordar que no português de Portugal o termo vernáculo é desporto, enquanto nas variedades linguísticas do Brasil se diz e escreve, como já se disse, esporte.

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Fonética; Léxico; Tradução Campos Linguísticos: Pronúncia; Estrangeirismos