Tratar, verbo transitivo indireto - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Tratar, verbo transitivo indireto

«Embora não trate especificamente da violência contra as mulheres, o texto remete para casos de estupro e agressão física, dos quais elas são as maiores vítimas.»

Na frase acima, o vocábulo trate é um verbo transitivo indireto. Porquê?

Eduardo Costa Professor Brasil 625

    Na frase apresentada, o verbo tratar é transitivo indireto, visto que seleciona um complemento introduzido por preposição («da violência contra as mulheres»), um complemento oblíquo. 

   No entanto, o verbo tratar é ainda, noutros contextos, de acordo com o Dicionário Gramatical de Verbos Portugueses, de João Malaca Casteleiro, transitivo direto:

Ex.: «A sua colega trata os processos mais complicados

  • os processos mais complicados - complemento direto

e transitivo direto e indireto:

Ex.: «Os filhos tratam a mãe na segunda pessoa

  • a mãe - complemento direto
  • na segunda pessoa - complemento oblíquo
Aura Figueira
Tema: Classes de palavras Classe de Palavras: verbo
Áreas Linguísticas: Sintaxe