O género dos nomes de cidade (Maputo) - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O género dos nomes de cidade (Maputo)

Tenho algumas dúvidas na classificação dos nomes das cidades. Na frase «Eu nasci em Maputo», a palavra Maputo é do género feminino, ou masculino?

Mariana Ferreira Professora Maputo, Moçambique 9K

O género gramatical atribuído aos nomes de cidades é o feminino. Trata-se de um género estabelecido por palavra oculta. Como se subentende a palavra cidade, gramaticalmente considera-se que o nome é feminino, independentemente de terminar em -a (Nampula, a linda!), em -e (Quelimane), em -o (Maputo), em consoante (Montepuez) ou ter uma forma plural (Santos) ou composta (a antiga Lourenço Marques). Exemplo: «a antiga Ouro Preto».

Exceptuam-se os nomes das cidades em que se usa o artigo masculino, como, por exemplo, o Porto, o Rio de Janeiro ou o Cairo. Exemplo: «O Porto antigo.»

No entanto, por uma questão de eufonia, normalmente, quando se pretende utilizar um adjectivo a classificar uma cidade de tema em -o que não tenha artigo, utiliza-se precisamente a palavra cidade. Exemplos: «a movimentada cidade de Maputo», «a cosmopolita cidade de Faro», «a bela cidade de Aveiro».

Maria Regina Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: nome próprio
Áreas Linguísticas: Léxico; Morfologia