Motivo vs. padrão (na área do design gráfico) - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Motivo vs. padrão
(na área do design gráfico)

Como trabalho com design gráfico, às vezes fica complicado saber que termos usar de forma correta. Gostaria de saber qual a diferença entre as palavras motivo e padrão. Os dicionários não são claros.

Alberto Rodrigues Designer Gráfico Trofa, Portugal 527

Numa perspetiva técnica e de um modo muito sintético, motivo é um elemento isolado que se pode repetir, ou não, e o padrão é a sequência de um motivo.1

Refira-se que motivo vem do latim medieval motivum (neutro), «motivo, razão», substantivação do latim tardio motīvus, a, um, «relativo ao movimento, móvel», de motum, supino2 de movēre, «mover»; contudo na aceção de «fragmento melódico ou rítmico que unifica uma composição», que é afim da que se associa ao termo empregado em design, a palavra entrou no português por via do francês motif (cf. Dicionário Houaiss). Quanto a padrão, nos sentidos genéricos de «base de comparação» e «esquema», o étimo é o latim patrōnu- de patrōnus, i, «patrono, protetor dos plebeus; advogado, defensor» e, em sentido figurado, «arrimo, apoio» (cf. idem).

1 Agradeço o esclarecimento prestado pelos designers Henrique Cayatte e Marta Teives.

2 «[O supino é uma] forma nominal do verbo latino, em -um, de sentido ativo, que se usa apenas junto a verbos que indicam movimento, como, p.ex., ire, venire etc. (fuerunt rogatum auxilium "foram pedir ajuda"), e em -u, de sentido passivo, que se emprega somente como adjunto de alguns adjetivos (spectacŭlum mirabĭle visu "espetáculo admirável de se ver")» (Dicionário Houaiss).

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Etimologia; Léxico; Semântica Campos Linguísticos: Atestação/Significado de palavras