Complemento indireto não animado - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Complemento indireto não animado

Na frase «Ele aludiu aos assuntos com entusiasmo», "aos assuntos" é complemento indireto ou oblíquo? Eu posso substituir pelo pronome "lhes" (Ele aludiu-lhes com entusiasmo), mas "aos assuntos" não é "a quem"!

Manuela Almeida Engenheira Geógrafa Lisboa, Portugal 668

O verbo aludir é  um verbo transitivo indireto, logo seleciona complemento indireto. O constituinte os assuntos, na frase em análise, desempenha  a função  sintática de complemento indireto.

Apesar de o constituinte que desempenha a função sintática de complemento indireto ter tipicamente o traço semântico [+ANIM],  existem constituintes que desempenham a função de complemento indireto com o traço semântico [- ANIM], como se pode observar nas frases com os verbos como obedecer, sobreviver, aludir, entre outros. 

        a) Todos devem obedecer ao regulamento.

        b) Ele aludiu aos assuntos com entusiasmo.

 

Os testes sintáticos de identificação do complemento indireto são:

1. substituição do constituinte pela forma  dativa do pronome pessoal (-lhe/-lhes);

2. formulação de uma interrogativa segundo o esquema a quem ? ou a que é que?/a quê? , consoante se trate de um constituinte [+HUM] ou [-HUM].

         Assim:

         a) Todos lhe devem obedecer/ (A que é que)Todos devem obedecer a quê?

         b) Ele aludiu-lhes com entusiasmo./ (A que é que) Ele aludiu a quê?

A interrogativa a quem? utiliza-se com argumentos com traço semântico [+HUM]. Assim, o teste do pronome pessoal na forma dativa é preferível, dado que se aplica, independentemente dos traços semânticos do constituinte.  

Brígida Trindade
Tema: Uso e norma
Áreas Linguísticas: Sintaxe Campos Linguísticos: Funções sintácticas