Ainda sobre o uso «dos do ...» - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Ainda sobre o uso «dos do ...»

Gostaria de saber se a seguinte frase é gramatical: "Os resultados do grupo A aproximam-se dos do grupo B." Caso seja gramatical, porquê repetir a preposição, o que está a ligar a preposição dos?

Muito obrigada.

Patricia Moreira Estudante Lisboa, Portugal 744

       A frase é gramatical. Trata-se de um caso de elipse nominal com uso pronominal demonstrativo do artigo definido.

       Vejamos a estrutura profunda da frase (com todos os argumentos realizados):

       (i) Os resultados do grupo A aproximam-se dos resultados do grupo B.

       Dado haver uma comparação implícita, o nome resultados, núcleo do grupo nominal, realizado no primeiro termo da frase, está elidido no segundo termo da frase, recebendo o artigo definido os os traços da nominalização, assumindo o estatuto de  pronome demonstrativo: ...dos pronome demonstrativo, em vez de resultados nome) do grupo B.

       Não existe repetição da preposição de. A preposição de  em dos resultados é a regência do verbo aproximar-se (quem se aproxima, aproxima-se de alguém ou de alguma coisa) e a segunda preposição de, a que a consulente se refere, é a preposição que introduz o modificador do nome elidido resultados (o grupo B).

       (ii) Os resultados do grupo A aproximam-se de os resultados de o grupo B.

       Os resultados do grupo A aproximam-se daqueles /dos do grupo B. O artigo definido os assume o comportamento do pronome demonstrativo. A gramática tradicional considera a forma o, a, os ,as como um artigo no grupo nominal antecedente Os resultados do grupo A , mas classifica a forma (d)os no grupo nominal seguinte, denominado grupo nominal hospedeiro, como um «pronome demonstrativo» dos do grupo B.

       Sobre esta questão veja-se aqui uma resposta anterior.

       Repare-se  ainda  no seguinte exemplo:

       (iii) Gosto mais da tua casa do que da dele, cuja estrutura profunda é:

       (iv) Gosto mais da tua casa do que gosto da casa dele. A preposição de em da dele é a regência do verbo gostar ( X gosta de Y) e o a é o pronome demonstrativo (casa). 

Gramática do Português, Cap. 45, Vol. II, Fundação Calouste Gulbenkian, pp. 2379-2384. 

Brígida Trindade
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: pronome
Áreas Linguísticas: Discurso/Texto; Sintaxe