Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Classe de palavras: preposição
Maria Manuela Salvador Cunha Professora aposentada Porto, Portugal 179

Na frase «O livro é deles», qual é a classe morfológica de deles?

Pronome possessivo, ou pronome pessoal contraído?

André Santos Analista Lisboa, Portugal 247

Alguém me sabe indicar se o verbo «conduzir» se rege apenas pela preposição  «O João conduziu a irmã a casa» –, ou se também se pode reger pela preposição para?

A frase «Esse objetivo tem conduzido o Rui para mais altos destinos» está correta, ou deveria ser «Esse objetivo tem conduzido o Rui a mais altos destinos», modificando, assim a preposição?

Obrigado.

Luís Ramalde Jurista Coimbra, Portugal 188

Diz-se que uma pessoa recebeu uma informação «via postal» ou que recebeu uma informação «POR via postal»?

A preposição por deve existir aqui?

Maria Duarte Professora Lisboa, Portugal 174

Começo por agradecer a qualidade do vosso serviço.

A dúvida em questão relaciona-se com o facto de, no Dicionário Terminológico, todos os exemplos de complemento do nome introduzido por preposição sejam com de.

Questiono se poderão os seguintes casos ser complemento do nome:

«A paixão [ por Pero Marques]»;

«A diferença [entre um e outro]»;

«A discussão [sobre o assunto]»;

«A resposta [ao pedido]».

Sem mais, reforço a gratidão e envio os meus agradecimentos.

Ângelo Vaz Engº Barreiro, Portugal 189

Nomeadamente a nível da culinária / alimentação, é corrente dizerem, por exemplo, «... vai ao forno por 30 minutos...», em vez de «... vai ao forno durante 30 minutos…».

Estão ambas as situações igualmente certas, ou não?!

Obrigado.

Gabriel Mario Psicólogo Wilde, Argentina 277

É correto dizer «O homem de que te falei» / «O homem do que te falei», ou devo dizer exclusivamente «o homem do qual te falei»?

De igual maneira, posso usar indiferentemente as suas formas no seguinte caso, ou usar o que com preposição é incorreto/arcaico/extremamente formal?

«A pessoa com a qual trabalho.» / «A pessoa com a que trabalho.»

Agradeço muito a resposta.

Paula Bonet professora Porto, Portugal 440

Eu uso a expressão «ecografia a 3D», mas fui corrigida, e dizem-me que deve ser «ecografia em 3D». Uma vez que estou a usar o a enquanto preposição de modo/meio, parece-me correcto. Já o em parece-me errado, uma vez que todas as ecografias têm 3 dimensões, mas algumas são feitas "a" três dimensões. Sou eu que estou errada?

Carlos Acciaioli de Gouveia Profissional de Seguros Lisboa, Portugal 566

Posso usar a expressão «por um ano» em vez de «durante um ano» em expressões como «fui contratado por um ano», «a minha mãe não me vai visitar por um ano» ou «a minha filha não me vai falar por um ano»? Esta expressão pode ser usadas em substituição de «pelo período de um ano» ou «durante um ano»?

Paulo de Sousa Tradutor Oeiras, Portugal 444

«Testado contra» ou «testado para»?

Uma pesquisa rápida em Google.com (páginas de Portugal) devolve uma esmagadora preferência por «testado contra». No entanto, não me faz muito sentido o emprego deste «contra». Não deveria ser «para»? Nos dicionários da língua portuguesa que consultei, não consigo identificar nenhuma das aceções de «contra» que possa encaixar-se aqui. Interrogo-me de como é que se pode testar, por exemplo, um medicamento, «contra» as alergias? Haverá aqui algum significado da preposição que eu desconheço? Não seria mais correto dizer-se «o medicamento X foi testado para alergias», pois uma das muitas aceções de «para» é a de «propósito/finalidade»? Quando se testa alguma coisa (para o caso, um medicamento) é «para» (com o propósito de) verificar, comprovar ou pôr à prova a sua eficácia, reação (neste caso, as alergias) ou funcionamento.

Anderson Morais Estudante Olinda, Brasil 626

Há diferença de significado entre as preposições ante e perante? Quando se deve usar uma ou outra? Ainda, há diferença de significado entre elas e a locução prepositiva «diante de»?

De antemão, agradeço a resposta.