Início Respostas Consultório Campo linguístico: Expressões idiomáticas
João Oliveira Setúbal, Portugal 412

Gostaria de saber qual a origem da expressão «negócio da China».

Obrigado.

Nuno Magalhães Braga, Portugal 422

Gostaria de saber qual a origem e significado da expressão «Fazer-se de Inês». 

Vítor Gomes Professor Massamá, Portugal 4K

Qual a expressão correta: «ao fim e ao cabo» ou «no fim e ao cabo»? Os dicionários e gramáticas que tenho consultado apresentam apenas a primeira destas expressões, que é também aquela que mais se lê e ouve. No entanto, parece-me mais lógica e correta a segunda, pois, ao desmontarmos a redundância que a expressão procura, ficamos com as expressões isoladas «no fim» e «ao cabo» (redução de «ao cabo de»), ambas corretas. Da desmontagem da primeira expressão, resulta o primeiro membro «ao fim», que não consigo considerar correta. "No fim de contas", em que ficamos?

Fernando Bueno Engenheiro Belo Horizonte, Brasil 1K

«– Ele está morto, ou por outra, pensa convictamente que está.»

Na frase acima, as vírgulas estão corretamente colocadas?

Obrigado.

Luís Varela Controlador de qualidade Porto, Portugal 1K

Surgiu uma controvérsia em torno da expressão «tá-se bem», a que, por curiosidade, fui dar num site de conjugação de verbos onde me surgiu o verbo "estar-se". Está todo conjugado e parece-me correcto, embora tenha dúvidas se tal pode ser chamado de verbo. Apesar da dúvida, penso que se trata de assuntos diferentes.

Portanto, no primeiro caso a dúvida é se o correcto é "tá-se", ou "tasse". No segundo caso, se existe este verbo e se o se é um pronome pessoal reflexo que depois nas diferentes conjugações se ajusta ao sujeito.

Desde já agradeço a ajuda que possa receber.

Alexandra Figueiredo Socióloga Lisboa, Portugal 853

Estou a fazer uma análise de conteúdo do discurso jornalístico sobre o crime. Deparo-me frequentemente com a expressão «morta a tiros de caçadeira» e ainda «disparou a matar». Para além da violência associada às expressões, fico com curiosidade sobre se, do ponto de vista da língua portuguesa, estarão corretamente formuladas.

Agradeço, desde já, a vossa atenção.

Joaquim Lapa Reformado Anadia, Portugal 1K

Há dias, ouvi alguém dizer que não andava a fazer "nestum". Parece a mesma palavra que a conhecida marca comercial, ou será o mesmo que «nada»? Como apareceu esta expressão?

Maria Luisa Baltazar sa Silva Professora Vila Nova de Santo André, Portugal 473

Existe a expressão «atirar pagaias» no sentido de «dar palpites»?

Diogo Morais Barbosa Revisor Lisboa, Portugal 1K

Escreve-se «morrer à fome» ou «morrer de fome»?

Contexto: «Quase morri à fome» vs. «Quase morri de fome».

Obrigado.

João Carlos Amorim Reformado Lisboa, Portugal 1K

A propósito da alusão à popular «alma até Almeida», no Pelourinho A "intensão" da SIC, assinado por Domingos Lopes, gostava de saber a origem da expressão «alma até almeida».