Um discurso ignorante e retrógrado - Acordo Ortográfico - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Início Português na 1.ª pessoa Acordo Ortográfico Artigo
Um discurso ignorante e retrógrado
Um discurso ignorante e retrógrado
Sobre a petição "Cidadãos contra o Acordo Ortográfico"

Sobre os Autores

(Teixoso, Covilhã, 1936 — Lisboa 2020). Filólogo português, professor catedrático (jubilado) da Faculdade de Letras de Lisboa. membro efetivo da Academia das Ciências de Lisboa, em representação da qual fez parte da delegação portuguesa ao Encontro de Unificação Ortográfica da Língua Portuguesa, realizado na Academia Brasileira de Letras, no Rio de Janeiro, em 1986, em cujos trabalhos conduziram ao Anteprojeto de Bases da Ortografia Unificada da Língua Portuguesa, em 1988, e, depois, ao Acordo Ortográfico de 1990, firmado nesse ano, em Lisboa. Entre outras obras, coordenou a versão portuguesa do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa e, como coordenador científico, do Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (ed. Verbo, 2001) e do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (ed. Porto Editora, 2009). Postumamente (em 2022), foi publicada a sua útima obra, uma colaboração com as linguistas Maria Francisca Xavier (1942 – 2019) e Maria de Lourdes Crispim, o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea. Sobre o autor, a sua obra e outras intervenções ver mais aquiaquiaqui.

Doutorado pela Universidade de Aveiro e professor catedrático na área da linguística nesta mesma instituição. São da sua autoria as seguintes publicações: As Palavras e as Ideias na Revolução Liberal de 1820 (1981), As origens da gramaticografia e da lexicografia latino-portuguesas (1995), entre outras.