Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Início Aberturas Abertura
No Carnaval, entre regências e alentejanismos
No Carnaval, entre regências e alentejanismos
Por Ciberdúvidas da Língua Portuguesa 426

1. Na época do Carnaval ou do Entrudo, propomos a leitura do que sobre esta festa de raízes tão remotas existe em arquivo: "Portugal, Alentejo, no Carnaval", "'Enfezar o Carnaval': etimologia", "'Enfezar o Carnaval', mais uma vez", "Entrudo, novamente", "Natal, Carnaval, Páscoa: palavras variáveis", "A palavra confete", "Do Carnaval ao futebol", "O Carnaval e o futebol são o ópio do povo»", "Partidas de Carnaval". Quanto ao ciclo que vem após o tempo de folia, releia-se "Sobre a origem de Quaresma".

Na imagem, capa da revista Ilustração Portuguesa nº 781 (5/2/1921) com ilustração do pintor Tomás Leal da Câmara (1876-1948). Digitalização disponível na Hemeroteca Digital. Note-se como, anos depois da reforma ortográfica de 1911, certas publicações mantinham a grafia mais antiga de algumas palavras (portugueza, hoje portuguesa).

2. O uso da preposições com verbos, adjetivos e locuções – as chamadas regências – torna a ser tema no consultório: diz-se «apaixonado por cinema» ou «apaixonado no cinema»? «De mãos dadas a alguém», ou «de mãos dadas com alguém»? E uma dúvida sobre a palavra pecã (ou noz-pecã): no português de Portugal, pronuncia-se com o e aberto, ou este, por ser átono, segue a regra de redução vocálica ("p'cã")?

3. No Alentejo, o que se quer dizer com a frase «vamos lá enregar»? E para que serve uma almotolia, palavra que nos chegou do árabe? Ou, ainda: o que é a segundeira que se retira de um sobreiro? E os javalis à volta dos montes alentejanos – o tema central do 5.º programa da nova série do magazine Cuidado com a Língua! – «afuçam» o quê... e para quê? Na RTP 1, nesta terça-feira, dia 28/02, às 21h00*. Vide, ainda, o apontamento assinado pelo jornalista Ribeiro Cardoso, na página do Clube de Jornalistas portugueses, neste dia.

* Hora de Portugal Continental. A nova série do Cuidado com a Língua!, como qualquer das anteriores oito, passa igualmente nos canais internacionais da RTP (ver aqui), ficando também disponível na página oficial da RTP. Outras informações, aqui.

4. Constrangimentos de vária ordem – sobretudo materiais e humanos, à semelhança do que já aconteceu noutros momentos da história de 20 anos do Ciberdúvidas – forçam o consultório a uma interrupção a partir de 1 de março, a qual se prolongará até 3 de abril. Durante este período, não deixaremos de  publicar o que for considerado relevante e sempre que a atualidade assim o justificar, a propósito da língua portuguesa e da sua promoção. Disso daremos conta nos Destaques, em baixo. Para assuntos que não digam respeito a dúvidas gramaticais, continuamos disponíveis nos contactos indicados aqui.