O género das palavras terminadas em -agem - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
O género das palavras terminadas em -agem

As palavras terminadas em -agem são femininas em português. As palavras correspondentes são masculinas em francês, espanhol e italiano. Gostava de saber se existe alguma explicação a esta particularidade linguística e se houve mudança de género numa certa altura.

Elsa Venturini Professora de línguas Lisboa, Portugal 5K

Os substantivos comuns terminados em -agem são realmente quase todos do género feminino em português.1 Na diacronia deste sufixo convergem duas terminações diferentes:

a) a do francês -age, evolução do latim -atĭcu-, que ocorria em palavras do género masculino: passaticu- > passage (francês, masculino) > pasaje (espanhol, masculino), mas passagem (português, feminino);

b) -agĭne (imagine- > imagem), que eram do género feminino em várias línguas românicas (francês image, espanhol imagen).

Em francês e espanhol, manteve-se o género masculino nas palavras cujas terminações remontavam a -atĭcu-; em português, pelo contrário, a terminação -agem (<-age), de origem francesa, confundiu-se com -agem (< -agĭne), generalizando-se o género feminino. É um fenómeno bastante antigo porque, considerando que a separação entre português e galego se terá verificado no século XV, a generalização do feminino está documentada nesses ramos contemporâneos do antigo sistema galego-português.

1 São excepções o arabismo almargem, «prado», que pode ser usado nos dois géneros, e certos compostos como porta-bagagem. Também são usados nos dois géneros os adjectivos selvagem e abencerragem (variante de abencerrage, «relativo à linhagem moura dos abencerrages, que dominou Granada, em Espanha).

Carlos Rocha
Tema: História da língua Classe de Palavras: substantivo
Áreas Linguísticas: Léxico; Semântica