Concordância com sujeito composto ligado por nem - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Concordância com sujeito composto ligado por nem

Gostaria de esclarecer de uma vez por todas uma dúvida que tenho na letra de uma canção que escrevi, os versos são os seguintes:

«Quero lhe dizer que isso é apenas um momento

E nada nem o tempo, me (fará ou farão) desistir tão fácil de você

Sou persistente e por sinal

Nessa história boto vírgula e não ponto final...»

Devo utilizar fará, ou farão?

Devo concordar no singular ou no plural?

Muito obrigado.

William Janoski Músico Limeira, Brasil 3K

Como a expressão «nem o tempo» veicula informação adicional à que é pressuposta pela palavra nada, o predicado concorda com este pronome indefinido e deve ficar no singular.

Note-se que a concordância com sujeitos compostos ligados pela conjunção nem verifica oscilações, podendo usar-se o singular se os termos do sujeito complexo se excluírem mutuamente, em alternativa (Celso Cunha e Lindley Cintra 1984: 508): «Nem tormenta nem tormento/nos poderia parar» (Cecília Meireles, Obra Poética, Rio de Janeiro, Aguilar, 1958, pág. 141). Além disso, o pronome indefinido nada, integrando-se num sujeito composto constituído por uma enumeração, desencadeia a concordância no singular, porque resume os termos aos quais se associa (idem: 507): «Letras, ciências, costumes, instituições, nada disso é nacional» (Eça de Queirós, Obras, Porto, Lello & Irmão, 1958, vol. II, pág. 1108).

Relativamente ao verso em causa, visto «nem tu» se comportar como aposto ou um parênteses de nada, importa ter em mente a descrição de M.ª H. M. Mateus et al., na Gramática da Língua Portuguesa (Lisboa, Editorial Caminho, p. 587) sobre termos coordenados parentéticos em sujeitos compostos:

«Numa coordenação de sintagmas nominais singulares, com a relação gramatical de sujeito, quando o termo coordenado é parentético, a concordância pode fazer-se apenas com o termo coordenado não parentético, como mostra (14):

(14) (a) Ele, e não ela, foi ao brasil este ano.
      (b) O João, e também a Maria, conhece bem S. Paulo.
      {#c|} A Alemanha, ou a França, lidera o mercado europeu nesse sector desde há alguns anos.
      (d) A Transbrasil, mas não a Lufthansa, deixou de fazer voos para Portugal.»

Convém também empregar duas vírgulas para assinalar esse estatuto parentético de «nem tu». Por isso, o verso deverá ser escrito assim:

«[...] E nada, nem o tempo, me fará desistir tão fácil de você [...].»

Carlos Rocha
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: conjunção
Áreas Linguísticas: Ortografia/Pontuação; Sintaxe