A função sintática dos pronomes pessoais átonos - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
A função sintática dos pronomes pessoais átonos

Na frase «Habituei-me a conferir-lhe determinadas mágicas.», qual a função sintática do pronome pessoal «me»?

Agradeço desde já a resposta.

Parabéns pelo vosso excelente trabalho.

Maria Pinto Professora Figueira da Foz, Portugal 1K

Sendo o verbo habituar/habituar-se um verbo transitivo direto, seleciona complemento direto.

Perante a indecisão da função sintática desempenhada pelo pronome pessoal átono de um verbo pronominal, deve aplicar-se o teste do pronome pessoal (forma acusativa ou dativa) na terceira pessoa: -o(s),-a(s) / -lhe(s).

Exemplifico:

(i) «Eu habituei o João a bons passeios matinais.»

(ii) «Eu habituei-o complemento direto  a bons passeios matinais.»

(iii) «Eu habituei-me complemento direto  a bons passeios matinais.»

A pronominalização do grupo nominal pelo pronome pessoal átono -o prova que o grupo nominal desempenha a função sintática de complemento direto. Logo quando utilizamos o verbo pronominal [flexionado com os respetivos pronomes pessoais átonos -me, -te, -se, -nos, -vos, -se (forma acusativa)], o pronome desempenha  a mesma função sintática.

Assim, na frase em apreço o pronome -me em «Habituei-me» desempenha a função sintática de complemento direto, dado que o verbo é transitivo direto.

Pode aplicar o mesmo teste para identificar o complemento indireto.

Exemplifico com o verbo conferir, que também aparece na frase:

(iv) «Eu conferi determinados poderes ao Pedro

(v) «Eu conferi-lhe complemento indireto determinados poderes.»

(vi) «Eu conferi-vos complemento indireto determinados poderes.»

A substituição pelo pronome pessoal átono na forma dativa (-lhe ,-lhes) identifica o complemento indireto.

Brígida Trindade
Tema: Uso e norma Classe de Palavras: pronome
Áreas Linguísticas: Sintaxe Campos Linguísticos: Funções sintácticas