Consultório - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa
 
Início Respostas Consultório Classe de palavras: locução
Mariana Silva Professora Esmoriz, Portugal 195

Na frase «Não é porque o carro à nossa frente passou no amarelo que devemos arriscar transitar num vermelho», podemos considerar a oração introduzida por que como sendo uma oração substantiva completiva?

Noemia Freitas Professora Hong Kong , China 327

Gostaria de saber em quais circunstâncias devo usar «em direção a» ou «na direção de» e qual a diferença.

José Saraiva Leão Estudante Ciudad del Este, Paraguai 357

Qual a origem da expressão «meter-se numa alhada»?

Muito obrigado!

Ícaro Gaspar Aguiar Estudante Bahia, Vitória da Conquista, Brasil 267

Há regras de como criar locuções a partir das contrações à e ao?

A exemplo, temos «à ajuda» em «A casa foi construída à ajuda»: não é uma locução definida nos dicionários, por exemplo, mas realmente está correta como locução?

Obrigado.

Maria Isabel Professora Almendralejo, Espanha 457

Escrevo-lhes porque gostaria de saber qual é a diferença entre «passar-me de todo» («esquecer-me de alguma coisa por completo») e «passar-me de tudo».

Porque não seria neste caso «passar-me de tudo»? 

Joaquim E. Oliveira Jornalista Lisboa, Portugal 516

Nas construções:

«A psiquiatria, ou antes, a psicanálise...»

«É essa a nossa, ou antes, a minha hipótese...»

«Tudo isso será o passado, ou antes, já é o passado.»

a virgulação está correta?

Ou não deveria grafar-se, ao invés:

«A psiquiatria, ou, antes, a psicanálise...»

«É essa a nossa, ou, antes, a minha hipótese...»

«Tudo isso será o passado, ou, antes, já é o passado.»

Muito obrigado.

Grace Macedo Enfermeira Bragança, Portugal 368

Em termos coloquiais, quando nos referimos a alguém presunçoso, ouvi algumas vezes as espressões «galo encrespado» e «galo encristado».

Qual delas é a correta?

Obrigada!

José Pereira Informático Lisboa, Portugal 469

O termo «o que você é meu» utiliza-se?

Sei que no Brasil se utiliza para definir o que alguém é a outra pessoa do tipo:

«O que és para mim?»

«Amigo, namorado, etc.»

Mas mesmo no português do Brasil isto está correto?

Esta frase não parece fazer muito sentido em termos semânticos, e já me disseram que esta frase está correta.

Isabel Margarida Machado Torres Pereira Professora Póvoa de Varzim, Portugal 721

Como posso distinguir «apesar de», locução conjuncional, de «apesar de», locução prepositiva?

Muito obrigada.

Geobson Freitas Silveira Empregado público Bela Cruz, Brasil 459

Tenho reparado em textos não muito antigos que se fazia uso do advérbio assim ( sem a conjunção que) para encabeçar orações subordinadas adverbias temporais, ou seja , usado como conjunção temporal .

A título de exemplo , cito um trecho do livro de um renomado autor brasileiro, a saber, Jorge Amado, em sua obra Tendas dos Milagres:

«Doutor Passarinho prometeu ir à polícia assim terminasse de jantar: aquela prisão era um absurdo, ficasse tranquilo, ele poria Archanjo.»

Assim, por gentileza , vocês poderiam me esclarecer tal fato? Essa construção é lícita?

Há abono de mais escritores, ou referência em alguma gramática , enfim qual a opinião do Ciberdúvidas?

Agradeço desde já pela compreensão , paciência e apoio de sempre!